Após a polêmica entrevista do prefeito de Guarapari, Orly Gomes (DEM) a rádio CBN, onde dizia querer turistas mais qualificados na cidade (Confira aqui), a declaração teve repercussão nacional e virou também piadas nas redes sociais. Um dos vídeos, que imitava ser um pronunciamento oficial, estabelecendo “normas” para os turistas entrarem em Guarapari, foi um dos mais compartilhados.

Hoje, a Secretaria Municipal de Comunicação Social (SEMCOS), informou que solicitou ontem (22)  à Procuradoria Geral do Município, a abertura de processo judicial de urgência de pedido de retratação e “retirada de vídeo com falsa propaganda da Prefeitura de Guarapari, que estava sendo amplamente divulgada nas redes sociais e por whatssap, com utilização da logomarca da Administração, como se fosse um vídeo oficial, ironizando a Prefeitura”, diz parte da nota.

VideoGuarapari
Vídeo ainda pode ser visto no Facebook.

Ainda segundo a SEMCOS “Com empenho dos Procuradores a ação foi protocolada no mesmo dia na Vara dos feitos de Fazenda Pública de Guarapari, e o Juiz de Direito, Marcelo Mattar Coutinho, em plantão judiciário nesta segunda-feira, 22 de dezembro, por meio de Decisão Judicial Liminar, determina a exclusão do falso vídeo veiculado no youtube e no facebook, sob pena de multa diária de R$ 1 mil”, diz outra parte da nota.

De acordo com a secretaria, como próxima etapa o “Youtube e o Facebook deverão informar à justiça os dados do usuário responsável pela reprodução do falso vídeo para adoção de medidas judiciais cabíveis, como retratação e até indenização por danos morais”.

Deixe seu comentário