Uma reunião que aconteceu no último dia 24 de abril, no campus do IFES de Piúma, discutiu ações a serem tomadas com relação ao avanço da erosão na praia da cidade.  Participaram da reunião o prefeito Ricardo Costa, o diretor geral do DER/ES, Ênio Bergoli, secretários municipais, engenheiros do DER/ES e do município, além de comerciantes da cidade e biólogos do IFES.

Reunião aconteceu no campus do IFES de Piúma e contou com membros da prefeitura e do governo do Estado.

Muro de gabião. Durante a reunião, como medida emergencial foi proposto pelo governo do Estado, através do DER, a construção de um muro de gabião em forma de escada, que seria a solução a curto prazo para minimizar os impactos da erosão na orla. Também foi discutida a medida de longo prazo, que é o engordamento da faixa de areia em cerca de 50 metros.

Os estudos que a prefeitura possui, apontam que somente o engordamento traria a solução para esta erosão que vem destruindo a orla de Piúma ao longo dos anos. O projeto da construção de um muro gabião será apresentado após a liberação do IEMA.

a construção de um muro de gabião seria a solução a curto prazo para minimizar os impactos da erosão na orla.

“Estamos tendo todo o apoio do governo do estado para que possamos dar uma solução emergencial em nossa orla, enquanto buscamos recursos e apoio para o projeto que entendemos ser o ideal, que é o projeto de engordamento da nossa praia”, afirmou o prefeito Ricardo Costa.

Decreto. Como medida para que as obras possam acontecer com mais celeridade e dentro da legalidade, a prefeitura decretou estado de emergência na orla no último dia 19 de abril.

Deixe seu comentário

Comments are closed.