Um projeto de lei que está na Câmara Municipal de Guarapari está agitando a política local. É um projeto em que o prefeito Edson Magalhães (PSDB), pede autorização dos vereadores, para efetuar um empréstimo de R$ 45 milhões junto a Caixa Econômica Federal.

Obras. O empréstimo é junto ao programa de Financiamento para Infraestrutura e Saneamento (Finisa),  para realizar obras em “programas e projetos de investimentos, com abrangência em drenagem, pavimentação de vias públicas rural e urbanas, projetos estruturantes de engenharia e arquitetura”, conforme diz o texto da lei.

Prefeito Edson Magalhães (PSDB), pede autorização dos vereadores, para efetuar um empréstimo de R$ 45 milhões

Reunião. O Portal 27 apurou que para conseguir aprovar o projeto, o prefeito se reuniu ontem (7), com quase todos os vereadores em seu gabinete na prefeitura. Somente cinco vereadores não compareceram. Marcos Grijó, Dr. Rogério, Thiago Paterlini, Denizart Zazá e Oziel de Souza.

Sem pressão. O prefeito explicou o projeto, mas alguns vereadores dizem que o projeto vai ser analisado com calma, pois é um valor considerável. “Vamos analisar sem pressão.  Tem que ver isso aí, pois pode ficar uma dívida de quase o dobro, quase R$ 80 milhões para os próximos prefeitos”, disse um vereador presente reunião.

Uma vereadora presente à reunião, disse que o prefeito tem que especificar detalhes do empréstimo. “Ele disse que vai investir R$ 25 milhões na região rural. Mas isso não está na lei, está somente na mensagem encaminhada a Câmara. Tem que estar na lei. Mas tudo será avaliado com calma”, disse a vereadora.

Comunidades. Outros vereadores explicam que essa lei mexe com a política local, pois dá condições do prefeito fazer e terminar várias obras. “Essas mesmas obras em que o prefeito faz pressão junto as comunidades e aos moradores, para que cobrem do vereador a aprovação deste projeto, dizendo que só assim as obras vão acontecer”, disse outro vereador que também esteve na reunião. “Iremos ver o que é melhor para as comunidades”, finalizou.

Deixe seu comentário