Um homem de 34 anos foi preso dentro de um ônibus em Guarapari, por ser acusado de ter se masturbado ao lado de uma passageira. A Polícia Militar foi acionada pela própria passageira, uma auxiliar administrativa, de 29 anos, que ao ver a cena, disse ter entrado em pânico. O caso aconteceu no final da tarde de ontem, quando o coletivo passava em frente a rodoviária da cidade.

O caso aconteceu no final da tarde de ontem, quando o coletivo passava em frente a rodoviária da cidade.

“Eu tinha reparado que ele estava se movimentando e olhando na minha direção. Eu imaginava que era isso, mas não queria olhar. Mas para tirar a dúvida, olhei na direção dele e vi tudo. Eu levantei, pedi para o motorista parar porque um individuo estava se masturbando e que eu ia chamar a polícia”, conta ela, ainda desesperada.

O motorista do ônibus atendeu ao pedido de parada da passageira, que ficou dentro do ônibus aguardando a polícia. “Eu fiquei dentro do ônibus. Fiquei com muito medo. Parecia que ele ia voar em cima de mim. Ele ficou muito revoltado e disse que eu não tinha como provar”, disse a auxiliar administrativo.

Ela conta que os passageiros chegaram a reclamar, pelo fato de ter atrasado a viagem do coletivo. Mas mesmo se sentido desprotegida, a passageira disse que isso jamais poderia acontecer.  “Foi horrível. Eu me senti desrespeitada. Mas isso não pode acontecer. A gente precisa denunciar isso, para que não aconteça com outras mulheres. Isso é assédio. Eu pego o mesmo ônibus todos os dias para trabalhar. E ele também. Não sei como vai ser agora”, completa ela.

Na delegacia, o homem disse que não queria falar com a imprensa, mas declarou que isso não seria verdade, e que a mulher terá que provar. O caso foi entregue ao delegado de plantão da 5ª Delegacia Regional de Guarapari.

Deixe seu comentário