Há exatamente um mês o terminal rodoviário de Guarapari está com o fornecimento de energia elétrica cortado por falta de pagamento. A explicação para a inadimplência  é a baixa arrecadação. O corte aconteceu quatro dias depois de completar um ano da primeira vez que o local ficou sem luz, desde o início de suas atividades.

Segundo o proprietário, o terminal está funcionando com energia de um gerador.

Segundo o proprietário do Rodoshopping Luiz Nicchio, o terminal está funcionando a base de um gerador. “Estamos trabalhando com gerador para atender as empresas de ônibus e a plataforma”.

Ele afirmou ainda que o problema está prestes a ser resolvido. “Estamos perto da solução. A prefeitura está criando uma nova forma para resolver esse problema e aí vamos ligar a energia o mais rápido possível. A prefeitura está bolando um jeito para ficar bom para todo mundo”. Ele relatou ainda que a previsão é de que essa solução saia em breve. “Creio que em uma semana essa solução saí”.

O Portal 27 procurou a prefeitura para saber o que ela vai fazer para cobrar da administração do terminal uma solução para o problema e informado que “O município está em vias de tomar algumas decisões em relação à cláusula de embarque e desembarque do contrato de concessão e analisa qual medida pode ser adotada em relação a questão da energia.

A atual gestão municipal, através de uma comissão em conjunto com Ministério Público, concessionária do terminal rodoviário, Departamento de Estradas e Rodagem (DER) e representantes das empresas das linhas intermunicipais, vem discutindo desde sua primeira semana de governo uma maneira de se chegar a um acordo, sem prejuízos, aos usuários dos ônibus intermunicipais”.

Comments are closed.