Os profissionais da saúde e servidores que estão atuando na linha de frente das ações de combate ao novo coronavírus (Covid-19) em Anchieta estão passando novamente por exames de testagem rápida para detecção da doença. Os testes são realizados nos profissionais de saúde, guardas municipais, fiscais de obras e posturas e agentes da defesa civil, todos profissionais que estão atuando na linha de frente contra a pandemia.

A Secretaria de Saúde adquiriu 1.500 testes rápidos no valor de R$ 192 mil. Os primeiros testes aconteceram no final de abril onde, dos 737 servidores testados, 05 foram positivos para a Covid-19. Já nesta etapa, até hoje (15) já foram testados 690 servidores, apresentando 07 positivos.

Se a prefeitura não adquirisse os testes, o número de confirmados para Covid-19 poderia ser maior em razão das pessoas testadas positivas, que não apresentaram sintomas, não saberem que foram infectadas e circularem normalmente pela cidade.

No total de testes aplicados até o momento, 12 profissionais da municipalidade foram positivados para a doença. Desses, 08 residem em Anchieta e o restante trabalha na cidade, mas mora em outros municípios da região. A Secretaria de Saúde explica que os 08 servidores, como são moradores da cidade, entram no boletim epidemiológico de Anchieta, os demais, nas suas cidades de residência. Dessa forma, os 08 representam atualmente 23,5% dos 34 casos positivos para coronavírus no registrados hoje no município.

Conforme a secretária da pasta, Jaudete Frontino, se não houvesse os testes rápidos esses casos seriam subnotificados, não seriam contabilizados e o município não teriam um dado real para atuar contra a pandemia. “Os testes ajudaram a detectar casos assintomáticos, pessoas com a doença, mas que não apresentaram sintomas, podendo dessa forma, contaminar outros cidadãos”, disse. Os servidores testados como positivo, assim como os demais usuários que são notificados pela Secretaria de Saúde, são isolados em suas residências e monitorados.

Segundo a secretária, se a prefeitura não tivesse adquirido os testes, o número de pessoas contaminadas poderia ser ainda maior, em virtude dos assintomáticos estarem atuando na sociedade normalmente, sem isolamento e sem saber que estavam contaminados.

De acordo com um levantamento da Secretaria de Saúde, o município está investindo inicialmente cerca de R$ 1 milhão com aquisição de equipamentos, materiais de proteção, testes rápidos, locação de respiradores e outros produtos e materiais para enfrentar a pandemia do Covid-19 no município, além da execução de diversos serviços como barreira sanitária, fiscalização e orientação.

Entenda:

1.500 testes aplicados – em duas etapas – nos servidores que atuam no combate à Covid-19

12 testaram positivos para Covid-19

04 moram em cidades da região

08 são moradores de Anchieta e entram no Boletim Epidemiológico da cidade, representando 23,5% do total dos 34 casos confirmados no município até hoje 15/05/2020.

.

Deixe seu comentário