A equipe da Delegacia Especializada em Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Guarapari, cumpriu, durante uma operação realizada nesta segunda-feira (22), mandados de prisão temporária de três suspeitos investigados pelo assassinato Marcio Geraldo Neto, vulgo “Marcos” ou “Marquinhos”, 51 anos. O crime ocorreu no dia 25 de maio, no interior de uma residência, no Bairro Pontal de Santa Mônica, em Guarapari.

Mentora. De acordo com o delegado titular da DHPP, Franco Malini, durante a ação foram detidos Andreia Cirino Machado, 38 anos, apontada como mentora do crime; Valmir Bezerra da Silva, 36 anos; e Adenilson Jose Soares de Oliveira, 33 anos.

Foram detidos Andreia Cirino Machado, 38 anos, Valmir Bezerra da Silva, 36 anos; e Adenilson Jose Soares de Oliveira, 33 anos.

Quiosque. Andreia foi detida enquanto trabalhava na cozinha de em um Quiosque, na Praia do Morro, e não ofereceu resistência. Já Valmir foi localizado em um bar próximo a 5ª Delegacia Regional de Guarapari. “O suspeito estava sentado no bar, tomando uma cerveja, e ao avistar a nossa equipe tentou subir na moto para empreender fuga, mas foi detido”, informou Malini.

Tentou fugir. O terceiro mandado foi cumprido na residência do suspeito que teria tentado fugir durante a ação. “Adenilson quando ouviu a equipe da DHPP chegando pulou a janela de sua residência e fugiu pelos fundos, sendo localizado no bairro Paturá, após uma hora de perseguição policial”, acrescentou.

Marcio Geraldo Neto, vulgo “Marcos” ou “Marquinhos”, 51 anos.

Emboscada. De acordo com o delegado responsável pelas investigações, os três armaram uma emboscada para a vítima. “As investigações apontaram que os três suspeitos e a vítima eram usuários de drogas e costumavam fazer uso de entorpecente juntos. No dia do fato a Andreia atraiu a vítima para uma residência, e após ambos estarem sob efeito de drogas, os três teriam assassinado a pauladas e também a tiros”, afirmou Malini.

Motivação.  Ainda de acordo com o delegado a motivação foi que em uma certa ocasião a vítima teria entrado em uma confusão com a companheira de Andreia que não gostou do fato e arquitetou o assassinato da vítima.

Homicídio qualificado. Os três suspeitos foram indiciados pelo crime de homicídio qualificado por motivo torpe, por meio de asfixia e ou tortura, traição por meio de emboscada, mediante dissimulação. Após os procedimentos, os homens serão encaminhados para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Guarapari. A mulher será encaminhada para o CDP Feminino de Viana.

Com informações da Polícia Civil –Texto: Olga Samara

Deixe seu comentário