A Universidade Federal do Espírito Santo continuará com as aulas presenciais suspensas até 31 de dezembro de 2020. A decisão do Conselho Universitário foi tomada nesta quinta-feira, 27, após anúncio do governador Renato Casagrande (PSB) de que as faculdades poderiam retornar aulas presenciais a partir de 14 de setembro.

A decisão unânime do Conselho, publicada na resolução 28/2020, altera o prazo estabelecido no artigo 1º da resolução 23/2020 que previa a suspensão das atividades presenciais na universidade até 31 de agosto.

A UFES declarou a retomada das atividades da graduação e dos programas de pós-graduação por meio remoto, a partir de 9 de setembro. A adoção desse modelo de ensino-aprendizagem, segundo a universidade, leva em consideração: “as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde de adoção de medidas de distanciamento e isolamento social como formas de diminuir a propagação da COVID-19; as diretrizes do Governo Federal expressas na Portaria 544/2020, do Ministério da Educação, que autoriza as universidades federais a adotar aulas em meios digitais em substituição às aulas presenciais, enquanto durar a situação de pandemia do novo coronavírus; e a Medida Provisória 934/2020, que estabelece normas excepcionais sobre o ano letivo do ensino superior decorrentes das medidas para enfrentamento à COVID-19”.

De acordo com a universidade, os professores, juntamente com os coordenadores dos cursos decidirão sobre a melhor forma de disponibilizar as aulas: contato direto com o professor por meio de plataformas que permitam as videoaulas ou aulas sem contato direto, mas com atividades e orientações do professor regente.

Ainda segundo a UFES, quem tiver com o calendário letivo em curso deve terminar até o final do ano, uma vez que as disciplinas de cada programa devem priorizar os conteúdos básicos, atendendo ao projeto acadêmico para que os alunos não fiquem prejudicados.

Os alunos que ingressariam no segundo semestre letivo só devem ingressar no próximo ano, possivelmente em fevereiro, de acordo com a UFES, uma vez que as aulas remotas serão direcionadas aos alunos que já estão com disciplinas e cursos em andamento.