Dois vereadores de Guarapari tem atuado cobrando mais saúde na cidade. Os vereadores Isac Queiros e Rodrigo Borges tem feito várias denúncias e críticas à gestão da saúde no município. Os dois tem acionado outros órgão fiscalizadores.

O vereador Isac já havia denunciado um médico que não havia voltado de férias e não compareceu ao trabalho. Outra das denúncias é de Rodrigo Borges junto ao Ministério Público, após fazer visitas as unidades de saúde do município. O parlamentar disse que em todas as unidades encontrou dificuldade no agendamento, mas na unidade do Jabaraí uma moradora lhe mostrou o agendamento médico que conseguiu para o mês de dezembro.

Quem buscava atendimento no mês de abril na Unidade de Saúde Maria Lúcia Cunha Lora, em Jabaraí, teve agendamento médico para dezembro, e agora não encontra ao menos o médico.

“Uma mãe me procurou para dizer que conseguiu em abril, vaga somente para dezembro. Isso é um absurdo. Espera de atendimento por nove meses. Precisamos que a saúde de Guarapari seja investigada. As pessoas que ligam agora são informadas que teria vaga somente para fevereiro. Aqui está sem médicos, e sobrecarrega o HIFA. Entreguei todos os fatos no MP”, disse o vereador.

Outra das denúncias é de Rodrigo Borges junto ao Ministério Público, após fazer visitas as unidades de saúde do município.

Vai investigar. Essa falta de médicos que está dificultando o atendimento nas unidades de saúde em Guarapari virou alvo de investigações no Ministério Público do Espírito Santo. O órgão informou que a Promotoria de Justiça Cível de Guarapari, instaurou procedimento para apurar os fatos, e caso constatadas irregularidades, serão adotadas providências previstas em Lei.

Respostas. Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), esclareceu que na Unidade de Saúde Maria Lúcia Cunha Lora, atuam duas equipes de Saúde da Família completas, ambas compostas por agentes comunitários de saúde, médicos, enfermeiros, atendentes, técnicos de enfermagem, equipe de odontologia, e auxiliar de serviços gerais.

E ressalta que os médicos de saúde da família têm a formação de generalistas capacitados para atendimento a pessoas em todas as idades e somente quando há necessidade, a criança é referenciada para o HFA ou ao pediatra que atua no município.

“O município contava com três médicos pediatras lotados na unidade Arnaldo Magalhães, Roberto Calmon e Centro Municipal de Saúde, sendo que dois destes se aposentaram recentemente. Atualmente o município conta apenas com o profissional lotado no Centro Municipal, entretanto já foi realizada a convocação de dois pediatras, aprovados no concurso 01/2020. O município aguarda a apresentação dos mesmos para nomeação dentro do prazo legal. Há, ainda, previsão de contratação de outro médico pediatra pelo consórcio para começar atuar já a partir do próximo mês”, informou a prefeitura por nota.

Sobre o atendimento na unidade de Jabaraí que seria somente em dezembro, segundo a denúncia do vereador, a prefeitura informou que não seria verdade, e que a equipe Jabaraí II está com agendamento marcado até setembro no período matutino, com duas vagas de urgência.

E por fim o município completou que iniciou a convocação de profissionais aprovados em concurso público do Edital 01/2020 para a composição das equipes onde há necessidade de médicos.A Semsa esclareceu que encaminhou todas as informações ao Ministério Público, quando solicitadas.

*com informações de A Tribuna.