Um áudio do radialista Sandro Venturini, que circulou pelos grupos de WhatsApp na manhã de hoje (25), acusava o vereador de Guarapari, Enis Gordin, de ter esvaziado e os pneus do caminhão de uma empresa de móveis e eletrodomésticos e ainda ter roubado os pistos dos pneus. Confira o áudio. 

Logo depois, um outro áudio do mesmo radialista, circulou pelo whatsapp e desmentiu  os fatos narrados anteriormente. Confira.

Nota. No começo da tarde, o vereador emitiu uma nota à imprensa onde lamentou o ocorrido e diz que “Se reunirá com seu advogado na parte da tarde para analisar as providências jurídicas contra o radialista, contra aqueles que o acusaram e contra aqueles que também divulgaram a notícia falsa.”.

Confira a nota na integra.

“Nota a Imprensa de Guarapari
O vereador Enis Gordin, em resposta ao áudio divulgado nesta manhã, de
25/05/2018, pelo radialista Sandro Venturini, informando que o vereador praticou
ato caracterizado como crime, contra uma empresa da cidade, vem a público dar
ciência que:
a) O vereador é cumpridor das leis de nosso país e jamais praticaria atos
criminosos;

b) O radialista, ao contrário da imprensa séria, não procurou o vereador em
nenhum momento para a confirmação dos fatos;

c) Apesar do vereador também estar sindicalista e apoiar a greve dos
caminhoneiros, a categoria que ele representa não está fazendo parte das
manifestações, portanto, não haveria razão para a prática de atos delituosos
a ele atribuídos com tal firmeza;

d) Em conversa com o proprietário da empresa e com o funcionário, que
supostamente viu alguém parecido com o vereador, ficou esclarecido que
não foi o vereador que praticou tais atos;

e) Os fatos narrados pela empresa se deram na tarde de ontem, momento este
em que o vereador se encontrava na sessão da câmara;

f) O áudio veiculado traz afirmação de que os supostos fatos ocorreram na
manhã de hoje, por volta as 6h30, com o suposto testemunho do próprio
radialista, o que se configura crime de calúnia e também de difamação, pois,
atentou-se contra a honra de uma autoridade municipal que exerce cargo
eletivo dado pelo povo guarapariense;

g) Diante da ampla divulgação do áudio e da repercussão negativa à imagem
do vereador Enis Gordin, o mesmo decidiu que se reunirá com seu advogado
na parte da tarde para analisar as providências jurídicas contra o radialista,
contra aqueles que o acusaram e contra aqueles que também divulgaram a
notícia falsa.”, afirmou através de nota.

O Portal 27 procurou o radialista, Sandro Venturini, que através de nota, se desculpa com o vereador. “Quero me retratar perante o cidadão e parlamentar Enis Gordin.
Confiei em uma fonte de informação e acabei passando por Wathsaap para alguns contatos, no qual, a mesma foi desmentida pela fonte e tão logo fui informado que não se tratava do Sr Enis Gordin, imediatamente voltei a informar aos meus contatos. Por este motivo venho formalizar meu pedido de desculpas pelo equívoco cometido”, disse Sandro Venturini.

Comments are closed.