Menos de 24 horas após o Governo Federal anunciar o acordo firmado com representantes dos caminhoneiros que  suspenderia a greve por 15 dias o presidente Michel Temer fez um discurso em que afirmou que vai usar forças federais  para retirar os grevistas dos pontos de bloqueio. 

Presidente Michel Temer anunciando uso de forças federais para acabar com a greve dos caminhoneiros.

“Comunico que acionei forças federais de segurança para desbloquear as estradas e estou solicitando aos senhores governadores que façam o mesmo”, disse o presidente.

Segundo o presidente, a decisão foi tomada após uma reunião entre ele e seus ministros para uma “avaliação de segurança” sobre a situação do país. Já que os caminhoneiros não acabaram com a paralisação.

Como alguns supermercados já registram a faltam de produtos, Temer alegou que a decisão de obrigar os caminhoneiros a desobstruir as estradas é para evitar que a população fique sem “gêneros de primeira necessidade”.

“Não vamos permitir que a população fique sem gêneros de primeira necessidade. Não vamos permitir que os hospitais fiquem sem insumos para salvar vidas. Não vamos permitir que crianças sejam prejudicadas pelo fechamento de escolas. Como não vamos permitir que produtores tenham seu trabalho mais afetado. Quem bloqueia estradas, quem age de maneira radical está prejudicando a população . E saliento será responsabilizado. “, afirmou Temer.

O decreto que autoriza  o  uso   de  forças federais, ou seja, Exército, Marinha, Aeronáutica e Polícia Federal,  deve ser publicado ainda nesta sexta-feira (25).