A décima sessão extraordinária da Câmara de Guarapari, que começou às 15h30 desta quarta-feira foi marcada por vários discursos inflamados, discussão entre vereadores e muita angústia para um coral da cidade. O motivo: a liberação de R$ 140 mil para que o grupo se apresente em Viena, na Áustria.

Antes mesmo da sessão, os ânimos já estavam alterados, com uma parte dos vereadores defendendo a liberação do dinheiro e outra parte sendo contra. Em reunião na sala dos vereadores, com a presença do maestro Inarley Carletti, que saiu chorando da sala.

Integrantes do coral acompanharam as votações. Foto: João Thomazelli/Portal 27

Os vereadores contra a liberação da verba, argumentavam contra a postura da prefeitura em mandar para a Câmara tal projeto e não contra o coral. “Entendam que o voto não é contra vocês, mas Guarapari precisa deste mesmo valor em diversas áreas e a prefeitura não libera recursos. A Upa precisa de remédios, as creches não têm fraldas e o prefeito, ao invés de assumir a responsabilidade, joga para nós este projeto”, declarou Rodgério Zanon.

Depois de cinco minutos de suspensão da sessão, o vereador Rogério Zanon sugeriu que o projeto fosse retirado da pauta e voltasse em uma sessão na segunda-feira com um projeto da prefeitura doando R$ 80 mil para a Creche Alegria, mas a sugestão foi rejeitada e o projeto segui para votação.

Os discursos eram sempre com o mesmo tom, os favoráveis diziam que era merecido, mas que o prefeito poderia ter liberado os recursos sem ter que expor a Câmara desta forma. Quem era contra só mudava o fato de o município poderia investir o dinheiro em áreas críticas, como a saúde.

Até o líder do prefeito na Câmara, vereador Clebinho Brambatti, discursou severamente contra o prefeito, deixando mostrar a insatisfação por não atender seus pedidos para o interior do município.

A maioria dos vereadores votou a favor da liberação dos R$ 140 mil para o coral. foto: João Thomazelli/Portal 27

Próximo ao fim  das discussões e a possibilidade de que a verba não fosse liberada, os vereadores Lennon Monjardim e Kamila Rocha, que já tinham declarado seus votos contrários à liberação da verba, anunciaram a mudança à favor do coral.

No final a verba de R$ 140 mil foi liberada para que o coral, com o placar de 9 votos favoráveis e cinco contra. Votaram à favor da liberação da verba os vereadores Fernanda Mazzelli, Oziel pereira, Thiago Paterlini, Paulina Aleixo Pina, Zé Preto, Kamila Rocha, Lennon Monjardim, Gilmar Pinheiro e Dito Xaréu .

Votaram contra a liberação da verba: Doutor Rogério Zanon, Denizart Luis, Clebinho Brambatti, Marcos Grijó e Ênis Gordinho.

O presidente da Câmara Wendel Lima apresentou na manhã de ontem (30) um atestado médico e não esteve presente na sessão. Tentamos contato com a Secretaria de Comunicação da prefeitura de Guarapari, mas até a publicação desta reportagem, não conseguimos resposta.

Deixe seu comentário

Comments are closed.