A Câmara Municipal de Guarapari realizou a primeira sessão ordinária nesta terça-feira (11), quando os vereadores aproveitaram para lembrar projetos importantes do ano passado e já usaram a tribuna para reivindicar melhorias e cobrar do poder público.

Vereadores foram contrários ao projeto.
Vereadores começaram os trabalho de 2014.

O presidente Wanderlei Astori abriu a sessão agradecendo o apoio do Governo do Estado. “Temos de agradecer ao governador Renato Casagrande que tem nos ajudado a levar o desenvolvimento para o interior de Guarapari, como a antena e a internet 3G em Baía Nova, o sistema de abastecimento de água em São Miguel e a construção de pontes que está em fase inicial em Cachoeirinha, Santa Rita, Amarelos e Jacarandá. Articulamos e conseguimos essas melhorias para o interior do nosso município”.

Wanderlei_1
Vanderlei. “Temos de agradecer ao governador Renato Casagrande que tem nos ajudado a levar o desenvolvimento para o interior de Guarapari

Anselmo. O Vereador Anselmo Bigossi foi o primeiro a falar e agradeceu o trabalho realizado ao longo de 2013. E reforçou o compromisso de mais um ano de trabalho sério e consistente. “Vamos começar falando de coisas boas, como a instalação de um redutor eletrônico em Reta Grande, na BR 101. Um pedido antigo deste vereador e da associação dos moradores que só tem a agradecer ao Consórcio ECO 101, que assumiu todos os trabalhos da BR 101”, disse.

Anselmo (1)
Anselmo Bigossi

Ainda frisou que a empresa também está fazendo um trabalho de asfaltamento ao longo da BR 101. “Como eles estão trocando todo o asfalto, o município está sendo contemplado com esse asfalto retirado que está beneficiando diversas comunidades do interior como no entorno de Jaboti”, afirmou Anselmo.

O Vereador Thiago Paterlini destacou a importância da sinalização de trânsito dentro das comunidades, como em Nossa Senhora da Conceição, Bela Vista e Região. “São atitudes simples que podem salvar vidas”, ressaltou. Ainda lembrou das obras que estão sendo inauguradas pela Prefeitura. “A Escola de Ensino Fundamental São Gabriel é uma vitória para o bairro. Outro exemplo é o Centro de Especialidades de Muquiçaba”.

Thiago_1
Thiago Paterlini

E antes de deixar a tribuna, destacou que não esqueceu do projeto que institui o voto aberto para vetos do prefeito na Câmara de Guarapari. “O projeto foi arquivado, mas voltará para apreciação neste ano e esperamos aderir assim como outras Casas de Leis do Estado”, disse.

Mazzelli.A Vereadora Fernanda Mazzelli também trouxe boas notícias para o esporte, como a implantação do Centro Esportivo Integrado (CEI) em Guarapari. “Conseguimos a parceria com o Governo Federal e o município só precisava ceder o terreno. E com a verba federal e o espaço cedido pela prefeitura conseguimos amarrar essa parceria que só tem a valorizar os atletas de Guarapari”.

Também reafirmou o compromisso de fazer política voltada para o esporte. “Criança e adolescente inseridos no esporte é criança e adolescente inseridos na educação, na prática de atividade física, na saúde e no bem estar social”.

Fernanda_1
Fernanda Mazzelli

Fernanda também cobrou o Conselho Municipal de Esporte. “O projeto está agarrado e peço novamente uma atenção especial, porque ele vai fiscalizar e gerenciar todos os recursos voltados para o esporte”.

Depois foi a vez do vereador Sérgio Ramos Machado, Serjão. “Conseguimos uma emenda no valor de R$ 150 mil para a concretização da escadaria que vai ligar Portal a Jabaraí. Vou acompanhar e cobrar para que saia este ano ainda”. Também destacou a licitação para asfaltar seis ruas de Jabaraí. “Três ruas foram pedidos meus e três do vereador Oziel”.

Serj�o(1)
Sérgio Ramos Machado

Ainda frisou a falta de remédios nos postos de saúde, quando ganhou o apoio da vereadora Paulina Aleixo Pinna. “A gente cobra, mas estamos tendo pouco retorno. Fiz o trabalho de visita aos postos de saúde e me deparei com uma negação, situação de extrema precariedade. Então reafirmo o meu compromisso aqui de voltar com mais força às minhas atividades de fiscalizar os postos de saúde”, disse a vereadora Paulina.

O Vereador Gedson Merízio trouxe à tona um alerta para a sociedade quanto ao tráfico de pessoas. “Estamos vivendo uma chaga silenciosa, mas sangrenta e que existe em nossa sociedade. É o tráfico de pessoas diante do trabalho escravo, a adoção ilegal, a exploração sexual e o tráfico de órgãos. Hoje, temos 30 milhões de pessoas sendo exploradas no mundo. Deste total, 74% são adultos e 26% crianças, 55% são mulheres e 45% homens. Precisamos reaver os nossos valores de família e de sociedade”.

Gedson_1
Gedson Merízio

Antes de deixar a tribuna, também frisou que já pediu o desarquivamento do projeto da lei do menor. “Precisamos recuperar nossas crianças e nossos adolescentes. Apesar da grandiosidade do projeto de proibir a permanência de menores nas ruas após às 23 horas, nos deparamos com a falta da aplicabilidade diante do poder judiciário. Mas não vamos desistir”.

O Vereador Jorge Figueiredo pediu à parte. “O mês de janeiro foi um mês trágico, registramos 7 homicídios enquanto em janeiro do ano passado foram 3. Mas temos que destacar que a polícia civil juntamente com a polícia militar conseguiu desvendar todos os crimes e até prender alguns criminosos do tráfico. Então, só para dar uma resposta à sociedade”.

Depois foi a vez do vereador Germano Borges. O parlamentar aproveitou a tribuna para lembrar de um projeto de sua autoria que cria o programa municipal de educação professor do ano. “O prefeito acatou e já sancionou a lei que valoriza os professores da rede pública municipal de ensino. O professor escolhido dentre todas as unidades de ensino e que atenda aos critérios vai ganhar o custeio de um curso de pós-graduação pago integralmente pela administração pública municipal”.

Germano_1
Germano Borges

Também destacou a luta pelo interior, como Samambaia e Barro Branco. “Requeremos melhorias na iluminação dessas comunidades e conseguimos que fossem trocadas as luminárias. Ainda precisam de muitas melhorias, mas já é um começo”.
E para finalizar destacou que está representando pela segunda vez um projeto de lei que autoriza a entrega de medicamentos nos postos de saúde mediante qualquer receita médica, independente se é proveniente do SUS.

Já o trânsito foi pauta do vereador Rogério Capistrano Marques (Aratu). “Estamos com sérios problemas em Parque Areia Preta. Falta sincronismo em alguns semáforos, falta placas de sinalização, falta ordem. Está uma verdadeira bagunça ”. Ainda solicitou ao poder executivo um olhar especial para os churrascos nas praias. “Não pode vender churrasquinhos nas praias, mas o povo pode fazer churrasco na praia. Tem que olhar isso, ou pode, ou não pode. A fiscalização precisa ver isso, porque já deu confusão neste final de semana na praia de Meaípe”.

Aratu ainda solicitou uma praça no bairro Ipiranga. “Temos um espaço lá prontinho para concluir uma praça. Inclusive, já até fiz requerimento solicitando esse espaço de lazer na comunidade. As crianças precisam de um lugar para brincar e a terceira idade também. Lá tem um paisagismo bonito e o terreno é plano, vamos ver esse pedido com carinho”.

Aratu_1
Rogério Capistrano Marques

Outro problema citado pelo vereador é o ponto final de uma viação de ônibus na entrada o bairro Ipiranga. Pedido também feito pelo parlamentar Lincoln Cavalcante. “Eu moro em frente ao ponto final e vivencio esse problema de perto, porque atrapalha tanto o trânsito como o comércio local”, disse Lincoln.

Com informações da CMG.

Deixe seu comentário