No momento em que o Brasil declara guerra ao mosquito transmissor de dengue, zika e chicungunha, é bom lembrar que um século atrás o país venceu uma batalha bem parecida. Essa vitória se deveu à perseverança de um homem: Oswaldo Cruz.

A reportagem de Ricardo Westin, da seção Arquivo S do Jornal do Senado, conta como o cientista conseguiu erradicar a febre amarela do Rio de Janeiro na primeira década do século XX.

Fonte: Agencia senado.