Os alunos da rede municipal de ensino, em Alfredo Chaves, conta com uma alimentação escolar de qualidade. O objetivo é atender as necessidades nutricionais diárias dos estudantes. As refeições são variadas e enriquecidas também, com alimentos de boa procedência, fornecidos diretamente das propriedades rurais.

Esse benefício é garantido por meio de Recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), o valor de R$ 0,30 centavos diários a cada aluno matriculado no ensino fundamental e no ensino médio. Para a pré-escola são repassados R$ 0,50 centavos e R$ 1,00 para crianças das creches, devido ao fornecimento de maior número de refeições.

Merenda de qualidade é servida nas escolas de Alfredo Chaves. Foto: ASCOM/Alfredo Chaves.
Merenda de qualidade é servida nas escolas de Alfredo Chaves. Foto: ASCOM/Alfredo Chaves.

Segundo informações da Secretaria Municipal de Educação, devido a insuficiência do valor repassado pelo governo, desde 2005 a administração municipal, para a garantia da qualidade da alimentação escolar, complementa o repasse federal.

Outra iniciativa, que trouxe benefícios e enriquecimento para a alimentação servida nas escolas, foi o cumprimento de lei federal a partir de 2009, que obriga os municípios a investirem 30% do recurso federal para a compra de alimentos em produtos da agricultura familiar. Para que isso ocorra, os agricultores interessados e que são cadastrados no Incaper e possuem Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP), participam de chamadas públicas que normalmente acontecem duas vezes ao ano.

Desde então, as refeições são variadas e enriquecidas com alimentos de boa procedência, fornecidos diretamente das propriedades rurais, como tomate, inhame, abóbora, repolho, pepino, beterraba, cenoura, chuchu, pão caseiro, dentre outros. Já as hortaliças, por serem mais perecíveis, são cultivadas nas próprias escolas por meio do Programa Escola da Terra, onde os professores são capacitados e motivados a construir na escola, em parceria com a família, a horta escolar.