Um grupo de alunos da Escola Estadual Dr. Silva Mello, o Polivalente, decidiu mostrar seu talento participando do projeto Cultura na Rede, da Secretaria Estadual de Educação (Sedu) e conquistou o segundo lugar.

Os alunos ficaram em segundo lugar na categoria Arte e Harmonia.

O evento foi uma disputa regional em que alunos das escolas de Vila Velha, Guarapari e Anchieta participaram e foi realizado no Teatro Municipal de Vila Velha, conhecido como Titanic, nesta terça-feira (27).

 A professora de artes Fernanda da Silva Giraldo explicou que “o projeto tem como objetivo unir essas propostas artísticas dos talentos que estão escondidos nas escolas e por isso, acontece todo ano”.

Segundo ela, a escola participou pela primeira vez do projeto em 2011 e este ano inscreveu cinco alunos do primeiro, segundo e terceiro ano do turno vespertino para concorrer nas categorias Arte em Harmonia, que é a música, e Arte em Movimento, a dança.

Apresentação de Tango na categoria Arte e Movimento.

Na categoria Arte em Movimento, os alunos Ana Clara Gutierrez e Ryan Gonçalves realizaram uma apresentação de Tango inspirada no filme Molin Rouge e com a trilha sonora Roxanne, do The Police. Também nessa  categoria os alunos Ana Clara Gutierrez, Ryan Gonçalves e João Victor Carvalho realizaram uma apresentação uma coreografia montada por eles para a música “Despacito”, o ritmo latino que é o grande sucesso do momento.

Já na categoria Arte em Harmonia, os alunos Adriel Natan Amálio  e Gabriel Silva realizaram uma apresentação musical gospel com a música “Conquistando o Impossível” em que o Adriel fez voz e teclado e o Gabriel tocou violino.

“Fizemos três apresentações, duas danças e uma música e conseguimos o segundo lugar em Arte em Harmonia” contou a professora orgulhosa.

Como premiação os alunos receberam um certificado e medalhas

O prêmio conquistado pelos alunos foi um certificado de participação e a medalha de segundo. Mas para a professora Fernanda a experiência trouxe muito mais para os estudantes. “Existem muitos talentos escondidos nas escolas e por falta de incentivo ou por falta de oportunidades, muitas vezes esses talentos ficam calados. Participar desse evento promovido pela Sedu foi de grande valia. Meus alunos estão com a estima super aguçada. Eles não foram com o objetivo de ganhar nada. Eu mesma não sabia que teria um certificado e eles receberam das mãos da superintendente e isso foi muito importante”.

De acordo com a professora, a final da competição será uma disputa a nível estadual em que as apresentações que venceram a regional vão concorrer. Esta disputa será realizada no final do ano no Sesc de Guarapari para todos os alunos da rede estadual.

Deixe seu comentário

Comments are closed.