Há alguns anos, um romance de aproximadamente três meses entre Antonio Barbosa e Maria do Socorro, na cidade de Belo Horizonte, geraria uma linda menina: Márcia Barros. Passados os três meses de relacionamento, Antonio voltou para o Rio de Janeiro e nunca mais foi visto. Hoje, aos 42 anos, Márcia, que foi miss em Minas Gerais e hoje é moradora de Guarapari, está em busca do pai.

Márcia conta que seu pai nem chegou a conhecê-la, pois quando ele partiu, sua mãe apenas suspeitava da gravidez. As únicas informações que ela possui do sr Antonio são de que ele era caminhoneiro, carioca, deve ter hoje entre 73 e 78 anos, é moreno claro e tem olhos castanhos.

Márcia, hoje aos 42 anos

De acordo com Márcia, ela só decidiu procurar seu pai agora em função de algumas questões, entre elas, ter sido sensibilizada pelo dia dos pais. “Minha mãe sempre foi mãe e pai. Na verdade, acho que o que me motivou a procurar ele foi que eu sempre tive um bloqueio em ir ao Rio. Quando se falava em ir para lá, eu sempre arrumava uma desculpa. Eu comecei então a sentir vontade de conhecer o Rio e comecei a pensar que esse trauma de infância não poderia me impedir. Comecei domingo a olhar o Facebook e ver um monte de gente postando foto de pais, e gente inclusive que eu sei que trata mal o pai e coloca lá “meu pai, meu ídolo”. Se fosse tão ídolo, por que estaria esperando o dia dos pais para dizer o quanto gosta? Aí eu pensei… Quem sou eu para falar qualquer coisa, eu nem conheço o meu pai, não sei a história dele, só o que minha mãe contou”, afirmou.

Se você é do Rio de Janeiro ou tem parentesco lá, se já ouviu falar no senhor Antônio Barbosa que foi caminhoneiro e tem entre 73 e 78 anos, ele possivelmente também não sabe que teve uma filha. Entre em contato com Márcia pelo telefone (27)99520-0452 (atende por zap).

Deixe seu comentário