Um comunicado divulgado por meio das redes sociais pegou muita gente de surpresa e deixou entristecidos os ex-alunos da escola Basic Idiomas. Após 27 anos em Guarapari, tendo levado mais de 2800 alunos à proficiência em Língua Inglesa, a escola anunciou o fim de suas atividades.

Proprietários do Basic Idiomas

De acordo com o comunicado, em função da pandemia, houve necessidade de readequação do funcionamento, de modo que os alunos e os pais passaram a ser atendidos remotamente. A empresa criou uma plataforma com conteúdos exclusivos e passou a atender os alunos via vídeo-chamada, entretanto, muitos desistiram.

Existia pretensão de retorno das aulas presenciais em setembro, mas de acordo com os dirigentes da escola, mesmo se autorizadas pelos órgãos competentes, as aulas não voltariam, pois em uma enquete realizada, 86% dos pais e alunos disseram que não retomariam as atividades presenciais.

O Basic Idiomas cumprirá o ano letivo até 10 de dezembro e encerra definitivamente suas atividades. “Para os alunos que quiserem continuar em 2021 com aulas on-line com as teachers Léa e Dalva, iremos analisar caso a caso, pois não seremos mais uma empresa”, afirmaram por meio de nota.

Conversamos com Léa Heard Travassos, diretora administrativa do Basic, segundo ela, o fechamento é definitivo, pois resolveram se aposentar. Não foram analisadas propostas de venda da marca, em função do trabalho sério desenvolvido. “Tivemos propostas para compra, mas nosso trabalho foi muito sério até aqui e não queremos colocar a nossa marca em mãos que não conhecemos”, afirmou.

Pedro Paulo Travassos, um dos sócios proprietários da empresa deixa uma mensagem de toda a equipe para os ex-alunos: “A todos os ex-alunos nosso muito obrigado. Foram 27 anos trabalhando com amor, dedicação, empenho e responsabilidade. Cada aluno fez nossos dias serem melhores, podem ter certeza! Esperamos ter deixado belas páginas no livro da vida de cada um. Orgulho e gratidão é o que resume o nosso sentimento. Desejamos a todos vocês paz, amor, saúde e muita prosperidade. O Basic acaba, mas a amizade será eterna. (“A tarefa essencial do professor é despertar a alegria de trabalhar e de conhecer” – Albert Einstein)”, finaliza.

Nas redes sociais inúmeras foram as manifestações de tristeza e carinho. “Muito triste!!!!! mas feliz por ter feito parte dessa história”;  “Muito triste com essa notícia… Basic fez parte e faz parte da minha vida na língua inglesa e também como ser humano! Uma escola de Verdade! Uma escola “raiz”! Com professores q realmente se importam com o aprendizado e com os alunos. Guarapari perde com isso e nós alunos também!”, afirmaram alguns ex-alunos.

O Portal 27 deixa aqui também nossa solidariedade aos proprietários do Basic e a todos os professores que por lá passaram! Parabéns pela trajetória de sucesso, muitas felicidades e realizações.