“Eu só pensava nas crianças, o que tinha acontecido com elas, onde elas estavam”. A frase é de uma empregada doméstica que foi mantida em cárcere privado durante um assalto e ser obrigada a entregar todas as joias da casa onde trabalhava.

20140522_115858
Faca utilizada para render a empregada doméstica.

A história. Tudo aconteceu na manhã de hoje (22), em uma casa no bairro São Judas Tadeu em Guarapari. O assaltante entrou na casa por volta das 08h00, e rendeu com uma faca, a empregada que estava na cozinha . A dona da casa tinha acabado de sair para trabalhar, deixando suas filhas pequenas sob cuidado da secretaria do lar.

O bandido entrou na casa e obrigou a mulher  a recolher todas as joias que estivessem no local e colocasse dentro de uma sacola. Após isso, ele a trancou dentro do banheiro. O ladrão fugiu e com um chute a trabalhadora abriu a porta e ligou para sua patroa, que imediatamente acionou a Polícia Militar.

Dentro da residência, por instinto, as crianças se esconderam atrás da cortina de um dos quartos, aguardando a chegada da mãe e o pai para saber o que havia acontecido. As câmeras de videomonitoramento da casa, gravaram toda a ação do bandido. Veja: 

A polícia chegou até o local, e constatou que o invasor fugiu da casa. Moradores informaram aos policiais, que ele tinha pulado de casa em casa, e estaria em um terreno próximo da área. Um cerco foi montado mas o suspeito não foi encontrado. “Nossas guarnições chegaram até o bairro e averiguamos a situação. Notamos que para o indivíduo entrar na residência, ele precisou quebrar a cerca elétrica. Não sabemos como ele fez isso. Quando ele entrou, deu de cara com a babá, que foi rendida. Podemos dizer que foi um furto que se evoluiu para o cárcere privado.” Concluiu do Tenente Edmilton.

A rua ficou movimentada de curiosos.
A rua ficou movimentada de curiosos.

A polícia pede que se alguém tiver alguma informação sobre o assaltante deve ligar para o 181. Não é preciso se identificar.

Deixe seu comentário