Um crime bárbaro que chocou a cidade de Piúma nesta quinta-feira (07), quando tudo veio à tona. Um homem de 28 anos, teria matado sua mãe Carmem dos Santos a marteladas, depois a estrangulou.

O crime aconteceu em Piúma e foi descoberto hoje. Os corpos da vítimas já estavam em adiantado estado de decomposição. Reprodução ES Notícias.

O crime só foi descoberto, por que o acusado identificado pela polícia por Ulisses de Almeida, 28 anos, se entregou à Polícia, na Delegacia da Mulher em Cariacica informando o fato. Quando os policiais chegaram ao local, descobriram que havia duas mulheres mortas. A segunda vítima, uma idosa acamada identificada por Valdete Maria Cordeiro de Farias teria morrido de fome, por ser deficiente física.

De acordo com Luciana Máximo, do Portal Espírito Santo Notícias, que esteve no local, Dona Carmem era sua conhecida, e costumava pedir ajuda para cuidar de Valdete, que era deficiente física.

“Nós conversamos com os investigadores que chegaram no local e fomos informados que o acusado desferiu várias marteladas sobre a mãe a Carmem. Ele tirou o cabo, tirou o cinto e a estrangulou. Ele contou a delegada que pegou uma faca cortou os pulsos da mãe. E disse que juntou a faca, o cinto, o martelo e colocou debaixo do armário”.

O crime aconteceu na Rua A, Casa 27, no bairro Lago Azul em Piúma. Os corpos foram encontrados pela polícia em adiantado estado de decomposição. O que leva a crer que Carmem havia morrido há mais de três dias e a Valdete pode ter morrido de fome, já que ela tinha dificuldades de locomoção e dependia da Carmem para se alimentar.

Deixe seu comentário