A Prefeitura de Anchieta juntamente com a Polícia Militar, está realizando blitz educativas e preventivas junto aos motoristas de transporte de passageiros, com o intuito de coibir crimes e cobrar dos condutores que andem com a documentação em dia.

Operação Pára Pedro
Operação “Pára Pedro” realizada pela Prefeitura em parceria com a Polícia Militar. Foto: Divulgação

A Operação denominada “Pára Pedro”, é realizada pela Prefeitura de Anchieta, por meio da Gerência de Fiscalização e Transporte, Guarda Civil Municipal em parceria com a Polícia Militar. O objetivo especialmente é de fiscalizar o transporte coletivo de passageiros (vans) e individual (táxi) para garantir que atuem dentro da legalidade.

Operação2
A operação foi desencadeada para fiscalizar o cumprimento de legislações pertinentes .

A primeira blitz ocorreu nesta quinta-feira (23) em três pontos da cidade e durou cerca de três horas. A operação resultou em vinte veículos abordados e 10 notificações aos motoristas de táxis e vans por falta de documentação (Alvará).

Eles foram orientados a procurar o setor de fiscalização da prefeitura para regularizar a situação no prazo de dez dias. Em caso de reincidência o veículo poderá ser apreendido.

“No momento a blitz foi educativa, mas também com intuito de segurança para os taxistas e motoristas de vans que solicitaram este tipo de intervenção evitando assim assaltos e veículos irregulares, sempre com uma parceria da Polícia Militar. Na operação, tivemos a participação do Major PM Caus e também da Guarda Municipal”, disse o Gerente Operacional de Fiscalização, Wander Loureiro Bertaso.

A operação foi desencadeada para fiscalizar o cumprimento de legislações pertinentes para o devido funcionamento da prestação de serviço. Foram inspecionados itens com relação às condições dos veículos, à higiene, segurança e documentação.

De acordo com o Major Emerson Caus, comandante da 10ª Companhia Independente de Anchieta, outras blitze serão realizadas toda semana na cidade.“Nós iremos realizar outras operações onde serão verificadas as condições dos veículos, documentação e em casos de irregularidades os motoristas serão autuados”, disse Caus.

Deixe seu comentário