Para incentivar a entrega voluntária de armas de fogo, a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Sesp) iniciou a Campanha do Desarmamento na cidade de Castelo, Sul do Estado. Um posto itinerante permanece na cidade desde a terça-feira (18) e ficará no local até esta quinta-feira (20). Até o momento, seis armas de fogo já foram entregues pela população local.

Até o final de 2014, o posto itinerante estará nos municípios de Bom Jesus do Norte, Serra, Domingos Martins, Aracruz, Linhares, São Mateus, Pedro Canário, Marataízes, Cachoeiro de Itapemirim, Guarapari, Afonso Claudio, Colatina, Baixo Guandu, Barra de São Francisco, Nova Venécia e Montanha.
Até o final de 2014, o posto itinerante estará nos municípios de Bom Jesus do Norte, Serra, Domingos Martins, Aracruz, Linhares, São Mateus, Pedro Canário, Marataízes, Cachoeiro de Itapemirim, Guarapari, Afonso Claudio, Colatina, Baixo Guandu, Barra de São Francisco, Nova Venécia e Montanha.

De acordo com Alessandro Darós, gerente de Integração Comunitária da Sesp, a população não deve temer em participar da entrega voluntária de armas, pois não existe nenhuma penalidade para quem participa. “A entrega dessas armas é importante para prevenir crimes. O cidadão tem uma falsa sensação de que está seguro e protegido com uma arma de fogo dentro de casa. Porém, esse armamento pode facilitar a ocorrência de crimes passionais. Quem entrega uma arma ao posto itinerante não sofre nenhuma penalidade. Pelo contrário, ainda recebe uma bonificação”, esclarece Darós.

Em março, a ação seguirá para o município de Ibatiba. Até o final de 2014, o posto itinerante estará nos municípios de Bom Jesus do Norte, Serra, Domingos Martins, Aracruz, Linhares, São Mateus, Pedro Canário, Marataízes, Cachoeiro de Itapemirim, Guarapari, Afonso Claudio, Colatina, Baixo Guandu, Barra de São Francisco, Nova Venécia e Montanha.

unnamed (2)Entrega de armas

O cidadão que desejar entregar o armamento não será identificado. Além disso, a entrega é indenizada com o valor que pode variar entre R$ 150 a R$ 450, conforme a arma de fogo, que é liberado para saque 24 horas após a entrega, ficando disponível por um período de 30 dias. O cidadão recebe um protocolo para realizar o saque em uma agência do Banco do Brasil. Para realizar o transporte legal da arma é preciso retirar uma guia de trânsito no site da Polícia Federal. Ela também deve estar descarregada e embalada.

Em 2013, durante a Campanha do Desarmamento, mais de 450 armas de fogo foram recolhidas no Espírito Santo.

Deixe seu comentário