A posse de Rodolfo Mai e Carlinhos Severgnine (Carlinhos Grande Rio), como presidente e vice-presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil de Guarapari (Sindicig), que aconteceu na última sexta-feira (17), reacendeu uma opção que há algum tempo vem sendo especulada nos bastidores.

Convites. Os nomes dos dois empresários são muito bem aceitos no meio político e já foram inclusive convidados por partidos e outras lideranças para a disputa deste ano. Com a posse no Sindicig, a avaliação de algumas lideranças é que os dois juntos seriam uma ótima opção para a prefeitura.

“São bons nomes sim. Sem nenhuma dúvida. Não importa o cabeça de chapa. Tanto que os dois estejam juntos. Eles sempre foram citados nas conversas políticas”, disse um jornalista ouvido por nossa equipe.  Ou seja, Rodolfo ou Carlinhos como prefeito ou vice, deixaria essa chapa com o mesmo peso e com as mesmas chances de disputa.

Os nomes de Carlinhos Severgnine e Rodolfo Mai são muito bem aceitos no meio político e já foram inclusive convidados por partidos e outras lideranças para a disputa deste ano.

Sucesso. Os dois são empresários bem-sucedidos e queridos na cidade, onde geram vários empregos através de suas empresas. Rodolfo é filho de um dos empresários mais bem-sucedidos do Estado, e já tem caminho solo, com a sua própria empresa e seus investimentos. Carlinhos tem uma origem humilde e com muito trabalho ao lado da família, conseguiu criar uma empresa consolidada e respeitada em todo Estado.

Política. Dos dois, Rodolfo é o que tem mais envolvimento com política, pois é uma liderança partidária, onde tem ajudado na montagem e na organização do Cidadania, visando preparar o partido para as eleições deste ano. O partido não decidiu se terá candidato ou se vai apoiar algum nome.

Com a abertura do comércio e do mercado, e após a passagem desta pandemia, a avaliação no meio político é que os dois podem receber mais convites para pensarem na disputa. “Certamente eles estão no radar. São nomes de peso e bem aceitos. Eles podem mudar o cenário da eleição”, disse um dirigente partidário ouvido por nossa equipe.