Quem foi passear no Parque Municipal Morro da Pescaria este fim de semana percebeu que a cobrança para a entrada no local não estava sendo feita e as catracas estavam liberadas. A cobrança passou a ser feita depois que o morro virou parque municipal para ajudar nas despesas de pessoal e manutenção do local há alguns anos.

A professora aposentada Inês Brandão Costa, 65 anos, é de Governador Valadares (MG) e frequentadora assídua de Guarapari. Ela conta que ficou surpresa ao ver as roletas do parque liberadas.

As catracas de acesso ao parque estão liberadas. Foto: João Thomazelli/Portal 27

“Eu frequento Guarapari há anos e sempre que posso visito o Morro da Pescaria. è um lugar lindo. Dessa vez fiquei preocupada, porque depois que transformaram em parque a estrutura melhorou muito e a cobrança ajudava a manter a estrutura, né? Agora sem cobrarem quer dizer que vai voltar ao que era antes?”, questionou a turista mineira.

As catracas de acesso ao parque estão liberadas. Foto: João Thomazelli/Portal 27

Procuramos a prefeitura para saber os motivos para as catracas do Parque Municipal Morro da Pescaria estarem liberadas. em nota o município respondeu o seguinte:

“Informamos que com o término da parceria entre a Prefeitura Municipal de Guarapari e a ONG Associação Ecológica Força Verde (entidade responsável pelo gerenciamento da arrecadação da bilheteira da Unidade de Conservação (UC) Parque Natural Municipal Morro da Pescaria – PNMMP) foi suspensa a cobrança para acesso a trilha principal a partir do dia 01/11/2018. Os servidores públicos que atuam na Unidade de Conservação PNMMP, não possuem amparo legal para efetuar cobrança. Um novo edital de chamamento público para parceria com uma nova organização, OSCIP – Organização da Sociedade Civil de Interesse Particular, está sendo providenciado. A entrada na trilha principal do Parque Natural Municipal Morro da Pescaria estará liberada de cobrança”.

Comments are closed.