O corpo encontrado na areia da praia de Comboios, em Regência, no norte do estado, é do marítimo Eric Barcelos Rangel, de 56 anos. O corpo foi reconhecido pela família no Departamento Médico legal (DML) em Vitória.

Eric ficou desaparecido após o rebocador em que estava afundar em alto mar, próximo a Guarapari. Dois tripulantes que estavam na embarcação foram resgatados com vida, mas o chefe de máquina desapareceu.

O corpo apareceu na areia da praia de Comboios na última segunda-feira, em adiantado estado de decomposição. A perícia recolheu o corpo, que foi encaminhado para o DML.

Relembre o caso. O rebocador saiu do Porto de Vitória na manhã de domingo do dia 1º de novembro e deveria ter chegado ao Porto de Açu, no Rio de Janeiro, na madrugada de segunda-feira (02). A embarcação afundou nas imediações da Ilha da Escalvada, a 15 milhas da orla de Guarapari, por volta de 18h30 de domingo.

Dois tripulantes foram resgatados durante a tarde de segunda-feira, e o chefe de máquinas não foi encontrado durante o resgate.

Os tripulantes que foram resgatados contaram à família de Eric que a embarcação naufragou após bater em uma pedra. Os resgatados que estavam debilitados, com sinais de hipotermia, foram levados de ambulância para o Hospital Estadual de Urgência e Emergência, em Vitória, onde permanecem internados.

A Marinha do Brasil realizou buscas com equipes de salvamento por nove dias. Foi instaurado o Inquérito Administrativo sobre Fatos da Navegação (IAFN) para apurar as circunstâncias do acidente.

Deixe seu comentário