Um acidente envolvendo um caminhão e uma caminhonete deixou uma pessoa morta e três feridas na manhã de hoje no km 329 da Br-101 Sul, em Guarapari.

O acidente ocorreu por volta das 7h50 próximo ao bairro Samambaia. “Eu estava indo para Teresópolis (RJ) quando a caminhonete surgiu de trás de outro caminhão. Não deu tempo de fazer nada, só tentei frear, mas acabamos batendo”, contou José Leandro Pereira Filho, 68 anos, motorista do caminhão.

A caminhonete Ranger ficou destruída. Bombeiros tiveram que cortar as ferragens para retirar o corpo da vítima. Foto: João Thomazelli/Portal 27
A caminhonete Ranger ficou destruída. Bombeiros tiveram que cortar as ferragens para retirar o corpo da vítima. Foto: João Thomazelli/Portal 27

Na caminhonete, uma Ford Ranger, placas ODD-9063, de Vitória, seguiam quatro pessoas, entre elas, uma criança de 8 anos. O motorista ainda tentou evitar a batida, jogando o veículo para o acostamento da pista contrária, mas foi em vão. Caminhão e caminhonete se chocaram frontalmente e a carona da Ranger, identificada como Valéria Caitano Pascoal morreu na hora.

Além de Valéria, estavam na caminhonete o motorista, identificado pela PRF como João Pedro Travani, Aldo Antônio Banos e a criança, que seria sobrinha de Valéria. O motorista do caminhão e o carona sofreram escoriações leves. Os três feridos da caminhonete foram encaminhados para a Unidade de Pronto Atendimento do bairro Ipiranga, em Guarapari.

Parte da carga do caminhão que vinha da Ceasa ficou na pista. Foto: João Thomazelli/Portal 27
Parte da carga do caminhão que vinha da Ceasa ficou na pista. Foto: João Thomazelli/Portal 27

O corpo de Valéria ficou preso às ferragens e o Corpo de Bombeiros teve que ir ao local para fazer os trabalhos de desencarceramento da vítima. Por causa do acidente, um longo congestionamento se formou nos dois sentidos da BR-101. No sentido Guarapari – Vitória a fila de veículos chegou a mais de 5 quilômetros. As pistas só foram liberadas por volta das 11h30.

Testemunha

Um motorista que seguia logo atrás do caminhão que foi atingido pela caminhonete contou o que ele viu do acidente:

“O caminhão seguia a no máximo 70km/hora e eu vinha a uns dez metros atrás dele. A caminhonete veio ultrapassando uma fila de veículos. Próximo da ponte onde aconteceu a colisão, ele estava emparelhado com outra carreta. O motorista do caminhão não pode fazer nada a não ser freia e jogar para o acostamento. Quem causou o acidente foi o rapaz da caminhonete”, declarou.

Outro acidente

Momentos antes da BR-101 ser liberada para o tráfego normal por causa do acidente que vitimou uma pessoa na manhã de hoje no quilômetro 329, outro acidente foi registra próximo dali, no KM 340 da mesma rodovia.

Richard e a esposa foram arremessados para fora da pista. Foto: João Thomazelli/Portal 27
Richard e a esposa foram arremessados para fora da pista. Foto: João Thomazelli/Portal 27

Um motociclista seguia com a esposa em uma moto CG quando na saída de uma curva o pneu traseiro estourou. “Eu sentia moto puxando para o lado. Tentei controlar, mas não teve jeito e acabaos batendo no ferro”, disse Richard Beles, que plotava a moto.

Ele e a esposa bateram no guardrail e foram lançados para fora da pista. A mulher que seguia na garupa da moto sofreu uma lesão na perna direita e foi socorrida com suspeita de fratura. Richard sentia muitas dores no pé. Os dois seguiram para a Upa de Guarapari conscientes.