Uma grande confusão na tarde hoje (04) em Guarapari, chamou a atenção de moradores e turistas que passavam pela Avenida Ewerson de Abreu Sodré em Muquiçaba. Um veículo importado foi parado por não apresentar a placa dianteira do carro.

O motorista identificado como André Luiz França de 22 anos não aceitou a abordagem policial e se irritou ao saber que o seu carro seria apreendido.  O veículo, um Volvo com a placa EUG 5563 de São Paulo, estava com o nome de outra pessoa não divulgada. Segundo a ocorrência, André afirma que o carro estava sendo comprado e logo seria passado para o seu nome.

O veículo estava com o nome de outra pessoa não divulgada pela PM.
O veículo estava com o nome de outra pessoa não divulgada pela PM.

“Meu carro não vai ser rebocado, quero ver quem é que vai rebocar. Sou dono de lojas da cidade, sou conhecido e conheço muita gente. Não preciso disso”. Afirma André revoltado com toda a situação.

Após várias tentativas de conversa da Polícia Militar com o condutor do veículo, André partiu para a agressão verbal. O policial pediu reforços para conter a situação. André contatou o pai dele que logo se dirigiu ao local da abordagem. O Pai de André Luiz chegou com o ânimo exaltado e logo se dirigiu aos policiais com palavrões afirmando que André não seria preso e o carro não seria rebocado.

“Quando o pai chegou ao local, ele e o filho nos dirigiram com palavreados de baixo calão”. Disse o Cabo da Polícia Militar Cordeiro, constrangido com toda a situação. O cabo disse ainda que a todo momento os Policiais foram ofendidos.

Populares que viram toda a situação ficaram indignados com toda a agressividade do Pai e do Filho e que toda a abordagem policial foi correta. Após toda essa confusão, André foi encaminhado para o DPJ de Guarapari onde assinou um termo circunstanciado e foi liberado. O carro foi apreendido e levado para o pátio do Detran no município.

Deixe seu comentário