O estado do Espírito Santo registrou, em 2020, um número de 2.167 acidentes em rodovias federais. Em menos de um ano, 105 pessoas morreram e 2,5 mil ficaram feridas em decorrência de acidentes de trânsito nessas vias. As informações são do Jornal A Gazeta.

As principais causas desses acidentes, de acordo com a Polícia Rodoviária Federal, são a alta velocidade dos automóveis, desrespeito à sinalização, ultrapassagem em locais proibidos e falta de atenção dos condutores.
Foto: A Gazeta

O inspetor da PRF estadual, Valdo Lemos, compara as novas estatísticas aos números do ano anterior. “De fato, é um número elevado, mas um pouco menor se comparado ao ano passado, muito em virtude da diminuição do fluxo observado foi entre os meses de março, abril e maio em função da pandemia. Porém mesmo com o desenvolvimento da doença e menos carros circulando, a imprudência e a irresponsabilidade continuaram elevadas”, afirma o inspetor.

As principais causas desses acidentes, de acordo com a Polícia Rodoviária Federal, são a alta velocidade dos automóveis, desrespeito à sinalização, ultrapassagem em locais proibidos e falta de atenção dos condutores.

 

Deixe seu comentário