Um corpo em adiantado estado de decomposição foi encontrado na Praia de Comboios, na cidade de Aracruz, 22 dias após o maritmo Eric Barcelos Rangel, de 56 anos, desaparecer em Guarapari. A praia onde o corpo foi encontrado fica a 173 quilômetros da embarcação em que Eric se localizava, que afundou.

Imagem: redes sociais

O corpo, que já foi recolhido da areia da praia, foi encaminhado para o Departamento Médico Legal de Vitória. Lá, será identificado e passará por exames que determinarão qual foi a causa da morte. O prazo para a realização e emissão do laudo cadavérico pode variar entre 10 e 90 dias, dependendo dos exames laboratoriais realizados.

Foi informado pela Polícia Civil que o caso fora registrado como “encontro de cadáver”. O procedimento, que será encaminhado à delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Aracruz, aguardará o resultado dos exames.

O Marítmo. O rebocador saiu na manhã do dia 1 de novembro, em um domingo, do Porto de Vitória. Era previsto que chegasse ao Porto de Açu, no Rio de Janeiro, na madrugada do dia 2.

A embarcação afundou a 15 milhas da orla de Guarapari, na Ilha Escalvada, por volta das 18h30 do domingo. Foram resgatados, durante a tarde da segunda-feira, dois tripulantes, entretanto, o chefe de máquinas não foi encontrado.

Os tripulantes resgatados contaram aos familiares de Eric que a causa do naufrágio foi a embarcação ter batido em uma pedra. Debilitados e com sinais de hipotermia, os tripulantes foram encaminhados ao Hospital Estadual de Urgência e Emergência, em Vitória. A marinha realizou buscas com equipes de salvamento por 9 dias.

Deixe seu comentário