Nesta segunda-feira (28), um auxiliar de serviço gerais da Expresso Lorenzutti, que estava afastado da empresa em seu período de férias,  foi detido pela Polícia Militar por ter furtado uma arma de fogo, usada pela equipe de segurança, de dentro do pátio da Lorenzutti.

De acordo com informações da polícia, no dia anterior a empresa já havia registrado o desaparecimento do revolver calibre 38. Segundo a PM, o agente de segurança foi até o cofre onde o armamento era guardado e notou que o local estava aberto.

O revolver furtado era usado pela equipe que faz a segurança da Expresso Lorenzutti.

Em investigação, a polícia descobriu o autor do crime e iniciou as buscas. O funcionário foi encontrado com R$ 900, provenientes da venda da arma e o revolver achado abandonado no bairro Aeroporto.

Ainda de acordo com a polícia, o funcionário disse que já conhecia a rotina da empresa, se aproveitou do descanso noturno dos seguranças e usando uma chave mixa conseguiu furtar a arma. O auxiliar de serviços gerais foi indiciado por furto qualificado.

Procurada para falar sobre o ocorrido ou sobre a atitude a ser tomada com relação ao funcionário, a empresa disse que não iria se manifestar sobre o assunto.

Deixe seu comentário

Comments are closed.