A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) interditou cautelarmente o helicóptero de matrícula PP-FEE por ter realizado, sem autorização da Agência, pouso em uma praia do Espírito Santo e suspendeu a licença como piloto, o vereador de Belo Horizonte, Minas Gerais, Rubens Gonçalves de Brito.

O parlamentar pousou na areia da praia de Bacutia, em Guarapari, foi preso e a ANAC entender que o piloto assumiu o risco de pousar em área pública e com aglomeração de pessoas e expôs a segurança e a integridade física de terceiros, sem autorização e sem apresentar razão que justificasse a ação.

O parlamentar pousou na areia da praia de Bacutia em Guarapari e foi preso .

Em comunicado à imprensa, o vereador conhecido como Bim da Ambulância pediu desculpas pelo constrangimento causado. “Isso foi um equívoco e um mal entendido. Eu estive na praia mais cedo de carro e deixei minha família e um amigo para poder balizar a minha aproximação e zelar pela segurança, mantendo as pessoas afastadas”, enfatizou.

O dono do helicóptero e o piloto serão convocados para prestar esclarecimentos à ANAC. Ao final do processo de apuração, operador e piloto poderão sofrer sanções administrativas e, de acordo com avaliação do caso, suspensão das habilitações dos envolvidos.

Comments are closed.