Na noite de ontem mais um homicídio foi registrado em Guarapari. A vítima foi um dono de bar que chegava em casa com o lanche para as filhas e a esposa. Ele foi executado na frente da esposa.

Por volta das 22 horas desta segunda-feira (02) Alessandro da Silva Bezerra, 36 anos, foi morto a tiros quando chegava em casa. De acordo com as informações colhidas no local do crime pela reportagem do Portal 27, a vítima havia saído para comprar sanduíches para a família. O crime foi na Rodovia do Sol, próximo à Igreja Batista do bairro Santa Mônica.

A vítima estava chegando em casa quando foi executada a tiros. Foto: João Thomazelli/Portal 27
A vítima estava chegando em casa quando foi executada a tiros. Foto: João Thomazelli/Portal 27

Ao chegar no portão de casa, ele desceu da motocicleta para abrir o portão. O que Alessandro não percebeu foi que ele estava sendo seguido por uma dupla, também em uma moto. Os criminosos o surpreenderam e atiraram várias vezes.

Dois tiros acertaram a nuca de Alessandro, que caiu, não sem antes ser atingido mais uma vez no ombro. Já caído, ele foi alvejado outras duas vezes no tórax e morreu minutos depois, na frente de casa. Do segundo andar do sobrado onde vivia, a cena foi presenciada pela esposa da vítima.

A morte de Alessandro teria relação com uma tentativa de homicídio que ocorreu na madrugada de sábado para domingo no mesmo bairro. Alessandro teria sido visto apenas conversando com um dos atiradores da tentativa e por isso, foi morto.

Alessandro não tinha vínculo com ações criminosas. Foto: reprodução
Alessandro não tinha vínculo com ações criminosas. Foto: reprodução

Ele era proprietário do Bar dos Amigos, que funcionava próximo de sua residência, mas como o contrato de locação do imóvel estava espirando, ele fechou o bar.

Alessandro tinha passagem na polícia por furto, mas de acordo com investigadores da Delegacia de Crimes Contra a Vida de Guarapari, a prisão ocorreu há vários anos e atualmente não havia indícios de que ele estava envolvido em nada ilegal.

O corpo de Alessandro foi encaminhado para o Departamento Médico Legal de Vitória.