Por volta das 15h desta terça-feira (20) Marcos Antônio Silva Vieira, de 37 anos, foi preso no bairro Kubitschek. Ele é acusado de ter escaldo e furtado duas casas enquanto os moradores dormiam, no bairro São Judas Tadeu, na madrugada desta segunda-feira (19).

Segundo o delegado, Marcos chegou a cortar o próprio cabelo para não ser reconhecido, mas já foi identificado por uma das vítimas.

Segundo o delegado de plantão, Josafá da Silva, o crime foi flagrado pelo sistema de videomonitoramento das residências da região e com isso foi possível identificá-lo. Josafá revelou ainda que antes de ser preso o criminoso tentou mudar a aparência para não ser reconhecido. “Ele cortou o próprio cabelo para não ser reconhecido, mas foi preso com a mesma roupa que usou na ocasião dos furtos”.

De acordo com o delegado, uma das vítimas reconheceu Marcos como sendo o autor dos furtos. Ele acredita que o homem possa ser o autor de outros furtos na região. “As pessoas que foram vítimas de furtos em residência podem ir até a delegacia para fazer o reconhecimento”.

Ainda de acordo com o delegado de plantão, Marcos tem diversas passagens e será autuado por furto qualificado, por ter escalado os imóveis, e por falsidade ideológica, por ter dado um nome falso quando foi preso. O crime não cabe fiança.