Guarapari ganhou uma nova lei que responsabiliza as casas noturnas e promotoras de eventos a deixarem a rua limpa logo depois das festas. A lei Nº 4.250/2018, publicada na quinta-feira (12), é de autoria do vereador Dito Xaréu (SD) e caso não seja cumprida pode gerar multa de cerca de R$1.500,00

Os estabelecimentos serão obrigados á limpar as ruas após os eventos à partir desta nova lei.

Segundo o Art. 1º da Lei. Ficam obrigados os proprietários, a qualquer título, de casas noturnas, salões de festas, bares, quiosques, restaurantes, lanchonetes, veículos que comercializam alimentos e outros estabelecimentos congêneres, em proceder com a limpeza da área pública externa em frente ao seu estabelecimento, passeio público e junto ao meio-fio, de áreas que ocupam com a colocação de mesas que usam costumeiramente ou logo após a realização de eventos.

De acordo com Dito. “As casas noturnas, promotoras de eventos, qualquer festa comercial, serão obrigadas à recolherem o lixo que fica jogado pelas rua ao final da festa. Quando amanhece as ruas estão tomadas por copos, garrafas, latinhas, lixo e a prefeitura tinha recolher um volume considerável de lixo”, comenta Dito.

Dito criou o projeto de lei que responsabilidade casas noturnas pela limpeza das áreas externas depois dos eventos. Foto: Cecília Rodrigues.

O vereador fala que não é atribuição da Codeg recolher lixo comercial. “A Codeg não tem mão de obra humana suficiente para dar conta disso. Além do que, os shows são particulares, a coleta recolhe o lixo doméstico, e este lixo é produzido por comerciante”, ressalta.

Ele explica a aplicação da nova lei. “Agora é de responsabilidades dos promotores de shows e eventos fazer a limpeza da frente, 200 metros para a direita, 200 metros para a esquerda logo depois da festa”, fala.

Deixe seu comentário

Comments are closed.