Como se não bastasse a situação da falta de policiamento em Guarapari, um problema que estava quase esquecido volta a assombrar os moradores. A Febre Amarela. Na tarde de quarta-feira, um macaco da espécie bugio, pulou o muro de uma residência e assustou os moradores.

“Estávamos dentro de casa e as crianças brincando no quintal, quando apareceu esse macaco.”, disse a moradora.

O macaco apareceu em uma casa que fica localizada no bairro Jardim Santa Rosa e deixou moradores preocupados, pois vários macacos tem morrido entre Minas e Espírito Santo, em decorrência da Febre Amarela. Ao picar o macaco doente, o mosquito acaba passando a doença aos humanos.

“Estávamos dentro de casa e as crianças brincando no quintal, quando apareceu esse macaco. Ele parecia meio zonzo, tonto e bastante agressivo, fazendo sons esquisitos”, disse a moradora que pediu para não se identificar.

De acordo com ela, o macaco foi ficando mais calmo com o tempo. “Ele ficou mais dócil, pedindo colo, pedindo mão, bem mais tranquilo”, disse.  Os moradores ligaram para os bombeiros e para a prefeitura, mas não obtiveram resposta.  “Ninguém veio recolher”, disse.

Algum tempo depois apareceram na residência algumas pessoas de carro, se dizendo proprietários do macaco.  “O macaco ficou agitado e chegou a morder uma das moças que estava no grupo. A gente fica assustado porque sabe que ele pode passar a febre amarela através do mosquito”, disse.

Atualizado as 13h30. Os proprietários do macaco ligaram para nossa redação e disseram que é um macaco criado de forma livre e muito bem cuidado, com todas as vacinas e cuidados necessários. O macaco é criado em um sitio e segundo eles, recebe o acompanhamento de profissionais.  “Ele vive conosco há três anos e nós o criamos livre dentro da nossa propriedade. As vezes ele sai e deve ter se perdido, pois anda pelas matas da região e ficou assustado. Mas ele já está bem. Estamos cuidando dele”

Deixe seu comentário

Comments are closed.