Há pouco mais de um mês o Portal 27 contou o drama da pequena Melyne Vieira Bastos, de 6 meses. Ela foi diagnosticada com leucemia  LLA, do tipo Pró-B, quando tinha um mês. Na época a bebê estava precisando de doação de sangue, mas agora a família pede ajuda para alimentar esta pequena guerreira.

Melyne foi diagnosticada com leucemia quando tinha apenas um mês. Foto: Arquivo Pessoal

A mãe de Melyne, Yasmim dos Santos Vieira, de 26 anos, afirmou que a doença é rara em bebês, mas que fez o pré-natal completo e não havia nenhum problema. “A LLA é aguda. A criança está bem e de repente aparece. Não precisa ter casos na família também”, disse Yasmim. A mãe contou ainda que a filha tem constantes melhoras e recaídas. A última internação foi na noite desta quarta-feria (14), no Hospital Infantil Nossa Senhora da Glória, em Vitória, onde ela faz tratamento. “Desde quando descobrimos a doença ficamos mais aqui no hospital do que em casa”.

Yasmim explicou ainda que por conta da quimioterapia  a filha acabou desenvolvendo várias alergias como a mosquito, a leite, a fralda, a sabonete e várias outras coisas. Por isso, precisa ser alimentada com o leite Neocate, que custa cerca de R$ 206,00. Porém, ela consume 16 latas em um mês. “Eu estava começando a inserir a papinha nela por conta  da idade, só que por conta da quimioterapia ela não aceita. Não come mesmo, só toma o leitinho dela”.

Ela disse que apenas o pai da menina, Josenildo Bastos, trabalha. Porém, eles pagam aluguel e não tem condições de comprar tantas latas de leite em um preço tão elevado. “Pelo SUS até consegue, mas como estou sempre com ela internada no hospital e em casa não tenho ninguém que possa deixar com ela para eu ir atrás disso. Até tinha combinado com a moça do grupo  Cheios da Graça para darmos entrada ontem, mas não deu tempo. Vim para o hospital com a Melyne”.

A pequena Melyne tem várias recaídas e vive sendo internada. Foto: Arquivo Pessoal

A jovem revelou que sofre ao ver sua única filha com uma doença tão grave. “É desesperador. No começo fiquei em pânico. Tudo nela me assustava. Eu não conseguia comer, beber e perdi 5 quilos em uma semana. Não saía de perto dela para nada. Depois fui vendo que Deus tem cuidado dela  em todos os momentos. Deus está no controle de tudo então hoje estou mais tranquila. Mas mãe nenhum está preparada para passar por isso. Esperava tanto por uma bebê e quando recebi este diagnóstico achei que iria perder minha filha. A médica também achou que ela não iria sair daqui porque veio muito grave mesmo. Foi entubada três vezes, foi duas vezes  para o CTI e por diversas vezes a gente quase perdeu ela. Isso só mostra que Deus tem cuidado dela porque uma bebezinha passar por tudo que ela passou e estar bem é só o Senhor mesmo”.

Transplante. Segundo ela, com 30 dias após a descoberta da doença a menina melhorou. Porém, como é muito agressiva ela acabou voltando e agora a família espera por uma nova melhora para fazer o transplante de medula óssea na criança.

Como ajudar. Quem puder ajudar doando o leite pode entrar em contato com os pais da Melyne pelos telefones 99820-8054/99967-7944

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here