Um homem foi preso na manhã de hoje depois de confessar o arrombamento e o furto de um computador no segundo andar de um prédio na Praia do Morro, em Guarapari. Raí de Jesus Correia, 27 anos, já foi preso pelo menos sete vezes por vários crimes.

Nesta madrugada, por volta das 3h30 da manhã, Raí escalou um muro que paralelo ao apartamento que fica no segundo andar de um prédio e teve acesso à varanda. De lá ele entrou na sala e roubou um notebook e R$ 100 que estava em cima da mesa e depois fugiu.

“Eu acordei pela manhã e vi que alguma coisa estava errada, pois a cortina estava aberta e tinha uma marca de chinelo em cima do sofá.  Entendi que alguém tinha entrado no apartamento e comecei olhar em volta para ver o que estava faltando. Vi que o computador tinha sumido e o dinheiro também”, contou o delegado de polícia Marcos Nery, que mora em Guarapari mas atua em uma delegacia da Grande Vitória.

Raí admitiu o furto e disse que é tudo por causa do vício de drogas. Foto: João Thomazelli/Portal 27
Raí admitiu o furto e disse que é tudo por causa do vício de drogas. Foto: João Thomazelli/Portal 27

O delegado foi até a 5ª Delegacia Regional e procurou os investigadores da Delegacia Patrimonial para contar o caso. Pelo modo como se deu o furto, os policiais apontaram Raí como possível suspeito. Com as características, o próprio delegado começou a procurar nas proximidades da residência do acusado.

 

“Foi sorte mesmo, pois encontrei o suspeito e comecei a perguntar sobre o roubo. Ele sem problemas confessou tudo, deixando inclusive que eu comparasse o chinelo que ele usava com a marca deixada no sofá de minha casa”, contou o delegado.

Raí foi encaminhado para a delegacia de Guarapari. Foto: João Thomazelli/Portal 27
Raí foi encaminhado para a delegacia de Guarapari. Foto: João Thomazelli/Portal 27

O suspeito confessou inclusive que tinha tentado vender o computador, mas aa pessoa disse que só comprava o aparelho caso ele apresentasse a nota fiscal. O computador foi recuperado, mas o dinheiro roubado já havia sido usado para comprar crack, como o próprio suspeito contou. Ele foi levado para a delegacia e autuado por furto e deve ser mandado para o Centro de Detenção Provisória ainda hoje.

O delegado esclareceu que ele foi por conta própria atrás do suspeito e desabafou: “Ele já foi preso diversas vezes e provavelmente será solto em poucos dias. Enquanto o Estado tratar os bandidos como vítimas, quem vai sofrer é a população e aí eu incluo os policiais também, pois todos ficamos à mercê deles”, disse Nery.

Várias prisões

Raí já é um velho conhecido da polícia, que o apelidou de Homem Aranha. De acordo com investigadores da Delegacia de Crimes Contra o Patrimônio, o suspeito vem praticando vários furtos em residências no Bairro Praia do Morro nos últimos meses, mas é a primeira vez que ele é pego com o produto do roubo.

Além dele, outros dois homens já foram presos pela polícia em Guarapari praticando crimes parecidos, onde os suspeitos escalavam para chegarem até os alvos, normalmente apartamentos, e também foram chamados pela polícia de Homens Aranhas. Confira aqui e aqui.

“Tudo culpa do Crack”

A reportagem do Portal 27 conversou com o suspeito. Ele admitiu o roubo e disse que é tudo por causa do crack.

“Eu estava bem, mas minha namorada terminou comigo e fiquei inquieto e a única coisa que me acalma nessas horas é o crack. Aí começo a roubar e usar o dinheiro para fumar. Fumo até não aguentar mais, 30, 40 pedras até o corpo não aguentar. Aí eu paro. Essas coisas que eu faço é tudo por culpa do crack”, lamentou o suspeito. Ele disse ainda que Deus deu uma segunda chance a ele, já que o delegado poderia estar acordado e ter matado ele ali mesmo.

Raí disse ainda que assim que sair vai tentar se internar de novo, já que na primeira internação ele não se adaptou ao local e fugiu.

Deixe seu comentário

Comments are closed.