Voluntários da Fundação Arte de Viver  estão organizando uma manhã de sábado diferente, que propõe contato com a natureza, trilha, meditação, piquenique e a possibilidade de fazer novas amizades. O evento, denominado Meditação com Trilha, acontecerá no Morro da Pescaria, na Praia do Morro, das 8 às 13h. A atividade é gratuita e a única taxa cobrada é de R$4 correspondente a entrada no Parque Municipal Morro da Pescaria.

Para participar basta confirmar a inscrição pelos telefones (27) 99532-4082 ou (27) 99665-6838, email es@artedeviverbrasil.org.br, instagram @artedeviveres ou pelo Facebook @artedeviveres1. É necessário estar no ponto de encontro (Entrada do Morro da Pescaria) às 8h, levar tapetinho de yoga ou canga, um lanchinho para o piquenique e optar pelo uso de tênis e roupas confortáveis. Mesmo quem nunca meditou é bem vindo, a atividade é guiada e todos podem participar.

Segundo a voluntária e uma das organizadoras da Meditação com Trilha, a advogada Elisa O’Neill, a ideia de ações como essas é tornar a meditação acessível a mais pessoas e permitir que elas vivenciem uma nova experiência. “A meditação, além de promover o bem-estar físico e emocional, auxilia no autoconhecimento, minimiza o estresse e suas consequências, ajuda a lidar com a ansiedade, além de trazer mais clareza para a mente e descanso profundo”, ressaltou.

A primeira edição do evento em Guarapari aconteceu no dia 26 de janeiro, no Parque Paulo César Vinha e reuniu mais de 50 pessoas, que meditaram dentro da lagoa de Carís (Lagoa da Coca-Cola).

Meditação na Lagoa

Meditação da Lua Cheia

Outro evento gratuito, também promovido pela Fundação na cidade, é a Meditação da Lua Cheia. O próximo vai acontecer no dia 17 de abril, às 20h, na Praia dos Namorados, quando mais de 25 cidades no Brasil meditam simultaneamente.

A atividade consiste em um bate papo em que voluntários abordam sobre a importância de cuidar do corpo e da mente, da respiração para a gestão da emoção, além de exercícios de yoga, técnicas de respiração e meditação guiada.

Para participar basta optar por roupas confortáveis, levar canga ou tapetinho de yoga e estar disposto a usufruir dos benefícios de meditar sob a luz da lua.

“Na meditação, a lua cheia nos ajuda a atingirmos estados profundos de descanso e nos conectarmos com nosso interior mais facilmente. É um momento de oportunidades e de utilizar a energia para melhorar a qualidade de sua vida e de todos a sua volta, um momento para seu crescimento e desenvolvimento pessoal.

Meditação da Lua Cheia Praia dos Namorados

Conheça a Arte de Viver

A Arte de Viver é uma organização internacional fundada em 1981 pelo líder humanitário e espiritual Sri Sri Ravi Shankar e presente em mais de 160 países. No Espírito Santo suas atividades acontecem em Vitória, Vila Velha e desde janeiro, também em Guarapari. São mais de 10 voluntários envolvidos e empenhados a promover o movimento no Estado.

São oferecidos diversos programas efetivos de educação, autodesenvolvimento e ferramentas que facilitam a eliminação de estresse e criam uma profunda paz interior, felicidade e bem-estar para todos indivíduos. Eles incluem, principalmente, técnicas de respiração, meditação, yoga e sabedoria prática para o dia a dia, que têm ajudado milhões ao redor do mundo a transformar a forma de ver a vida.

A jornalista e atualmente coordenadora voluntária da instituição no Estado, Tayla Oliveira, foi uma das beneficiadas com a principal técnica de respiração ensinada pela Arte de Viver.

“Após meses com quadros de ansiedade, pensamentos acelerados, crises de pânico e depressão, fui incentivada pelo meu psiquiatra a buscar a meditação. Foi quando eu conheci a Arte de Viver. Fui em uma meditação da Lua Cheia, há dois anos, e no mesmo mês fiz o curso Happiness Program, onde aprendi a gerir as minhas emoções a partir da minha respiração”, contou.

De lá para cá tudo mudou. “Encontrei na meditação a paz que eu procurava. E com isso, passei a me conhecer melhor, percebi que preciso estar atenta a minha respiração, a como estou me sentindo. Mas somente consegui isso porque eu adquiri ferramentas que me ajudam a gerir as minhas emoções”, finalizou.

*Por Tayla Oliveira

Deixe seu comentário

Comments are closed.