Um mês depois de ser restaurado e dois meses após o primeiro ato de destruição, o monumento da paz na Praia do Morro é novamente alvo de vandalismo. A Letra Z, junto com a pomba, foi novamente destruída por vândalos na madrugada deste sábado.

Moradores que passavam por ali, lamentaram o ocorrido. “É muito triste destruírem este momento que é tão lindo é já é uma marca da cidade”, explicou o Médico Paulo Reis, que é morador da Serra e passa os finais de semana em Guarapari. “Tem que ser presos”, desabafou.

A Letra Z, junto com a pomba, foi novamente destruída por vândalos na madrugada deste sábado.

A presidente da Associação de Moradores da Praia do Morro (AMPM), Fátima Fonseca, lamentou mais uma destruição. “Infelizmente mais uma vez vemos a falta de consciência das pessoas. As pessoas em busca de uma foto, sobem, se penduram na estrutura e acabam quebrando o monumento. As pessoas não têm noção”, disse.

AMPM vai solicitar todas as imagens do vídeo monitoramento. Foto: Marcelo Medeiros.

Ela disse que na restauração do primeiro ato de vandalismo em janeiro, toda a estrutura feita em fibra, foi reforçada. “Reforçamos tudo para que pudesse ficar firme, tivemos um grande trabalho para isso, mas novamente as pessoas não respeitam. Acho que vamos ter que concretar e colocar uma placa pedindo para que as pessoas não subam nas letras. É um monumento público, temos que preservar ”, disse.

Mais uma vez a estrutura foi destruída. Foto Marcelo Medeiros.

Fátima reforçou que a AMPM vai solicitar todas as imagens do vídeo monitoramento, para fazer análise das ações que terminam trazendo todo esse transtorno.

Procurada para comentar o vandalismo, a prefeitura respondeu que “A Secretaria Municipal de Esporte, Cultura e Turismo lamenta o ocorrido, por ser tratar de um prejuízo turístico para o município.   A gestão aguarda a apuração policial sobre o caso e espera que isso seja feito o mais rápido possível. A Praça da Paz é uma parceria entre prefeitura e Associação dos Moradores da Praia do Morro.

A secretaria já está tomando as providências para recolhimento do material e assim verificar quais foram os danos causados ao monumento. Na próxima semana a equipe vai se reunir com associação para analisar o que poderá ser feito, pois, infelizmente, essa é a segunda vez que o local sofre com a ação de vândalos.”