Os moradores do bairro Aparecidinha em Piúma protestaram durante dois dias seguidos e fecharam Rodovia Jorge Feres .Em todo o estado do Espírito Santo, os equipamentos de radar foram retirados, segundo o DER, os mesmos estão sendo substituídos.

Após a retirada do redutor de velocidade no trecho da Rodovia Jorge Feres, que corta o Bairro Aparecidinha, em Piúma, os veículos começaram a trafegar em alta velocidade no local, assustando as pessoas que passam a pé ou de bicicleta. Antes da retirada do equipamento, os veículos eram obrigados a trafegar a 50 km/h.

dia 2 (15)
Policia apareceu para conversar e chegar a um acordo com os moradores.

Na tarde do dia 22 de abril ocorreu um acidente no bairro, envolvendo uma Kombi e um caminhão que passava em alta velocidade o que motivou os moradores a fecharem a pista e protestar contra o tráfego de veículos em alta velocidade, já que o trecho é cercado por residências e os alunos da Escola do bairro se utilizam da faixa de pedestres que, segundo os moradores, não vem sendo respeitada após a retirada do radar.

Vale ressaltar que antes do radar, muitos acidentes ocorriam no local, inclusive com vítimas fatais. Depois que o redutor foi instalado no bairro, caiu consideravelmente o índice de colisões e atropelamentos nas proximidades, uma vez que os motoristas trafegavam a 50 km por hora com medo de serem multados. Agora, até que instalem novamente o radar, a comunidade do bairro corre risco de morte, devido ao fato do bairro ser localizado em uma reta de uma Rodovia Estadual.

dia 1 (7)
Moradores colocaram fogo e fecharem o transito.

A pista foi fechada no dia 22 por volta das 18 horas, após o acidente que ocorreu bem no horário de saída das crianças da escola. Os moradores reivindicam a recolocação do radar ou pelo menos quebra-molas para que as famílias que moram no local voltem a se sentir seguras com veículos trafegando em menor velocidade.

Foram colocados pedaços de madeira e pneus e os moradores atearam fogo para fechar a pista que foi reaberta com a chegada da Polícia Militar que veio para garantir a integridade física dos manifestantes. Para forçar os motoristas diminuírem a velocidade foram colocados cones na pista.

dia 2 (7)
Moradores reclamam a alta velocidade dos veículos no local.

No dia 23 os manifestantes se utilizaram dos cones da prefeitura e liberaram o transito em apenas meia pista e mais uma vez a Polícia Militar estava presente para garantir a segurança.

Em contato com o Governo do Estado, já que se trata de uma Rodovia Estadual, o Secretário de Obras de Piúma, Serginho afirmou que “os radares foram retirados devido ao fato de que a empresa que ganhou a licitação de radares no estado não ser a mesma que havia instalado os radares anteriormente, portanto todos estão sendo retirados para que a empresa que venceu a nova licitação possa instalar novos”, disse.

Por telefone, o prefeito Samuel Zuqui se comprometeu em instalar no dia 24, placas de sinalização e em colocar quatro cordas de barco a serem utilizadas como quebra-molas de maneira a amenizar a situação de risco da população local e das crianças que atravessam a pista até que seja instalado o novo radar.

Os moradores afirmaram que caso não seja cumprido o que foi acordado com o prefeito municipal, os protestos continuarão até que seja encontrada uma solução.

Deixe seu comentário