A população de Guarapari já está se preparando para iniciar um movimento contra o Decreto nº 362/2017, que determina o embarque e desembarque de passageiros dos ônibus intermunicipais exclusivamente no Rodoshopping e em quatro pontos da cidade. Para discutir o assunto, uma reunião foi realizada na noite desta quinta-feira (08), no Nevada Thorium Hotel, no Centro.

A reunião aconteceu na noite desta quinta-feira (08), no Centro de Guarapari. Foto: Wilcler Carvalho.

Cerca de 30 pessoas participaram do encontro, que teve como objetivo articular as próximas ações para mostrar a insatisfação da sociedade com o decreto, que entrará em vigor no dia 17 deste mês. O grupo já planeja organizar atos fechando ruas e até mesmo a rodoviária.

Uma das organizadoras da reunião, Iracy Marques, explica que este primeiro encontro foi para atualizar os participantes quanto às ações judiciais movidas sobre o tema que estão correndo desde o ano passado, além de divulgar o convite para a próxima conversa. “Vamos nos reunir neste sábado (10), às 16h, na Praça da Itapemirim, em Muquiçaba, para definir o que será feito nas próximas ações, nas quais estamos pensando em fechar ruas e impedir os ônibus de saírem da rodoviária”, explica.

Ela afirma que muita gente será prejudicada com o decreto e que a população precisa ser ouvida. “A exclusividade do embarque e desembarque na rodoviária causa um grande transtorno, pois além de perdermos tempo para chegar lá ainda teremos um custo a mais com passagem. Mais uma vez a soberania política passa por cima dos interesses da população. Não dá para deixar isso acontecer”.

Entre os participantes da reunião, também estiveram presentes os vereadores Dr. Rogério Zanon, Enis Gordin e Denizart Luiz. Este último conversou com nossa equipe e defendeu a reivindicação do povo: “Muita gente está preocupada com essa situação, pois dependem do transporte intermunicipal para trabalhar e estudar. Tem que haver um diálogo com a população, isso é primordial para uma administração pública”.

Reunião para discutir ações contra o Decreto 362/2017

Data: sábado (10)

Horário: 16h

Local: Praça da Itapemirim (Praça Philomeno Ribeiro) – Muquiçaba

Comments are closed.