O novo aeroporto de Vitória foi inaugurado na manhã desta quinta-feira (29) com estrutura para receber mais 5 milhões de passageiros por ano. A ampliação, que exigiu investimentos de R$ 523,5 milhões, marca a história do desenvolvimento capixaba, que ganha um grande investimento para o transporte, compatível com a economia do Espírito Santo.

A ampliação do aeroporto beneficiará passageiros, com o aumento do número de voos, maior segurança e conforto; terá impacto no turismo, inclusive com rotas internacionais; e irá melhorar o nosso transporte de cargas, nos tornando mais competitivos.

O governador Paulo Hartung não foi recepcionar o presidente Temer.

“Hoje estamos nos conectando e nos colocando no mapa do Brasil. O povo capixaba está com sua autoestima lá em cima. Além da importância turística, esse novo aeroporto será muito importante para o desenvolvimento logístico do Estado. Tudo isso, resultado de trabalho coletivo do governo do Estado, prefeitos, bancada federal e presidência da república”, ressaltou o vice-governador, Cesar Colnago, durante o seu discurso.

Colnago aproveitou a ocasião para pedir o empenho do Governo Federal para priorizar obras importantes para o desenvolvimento do Estado. “No momento em que se discute a renovação da concessão da Vale da EFVM, é importante destacar que essa ferrovia é aqui no Espírito Santo. Por isso, aproveito a oportunidade para pedir que a contrapartida seja aplicada também aqui no Estado, no nosso Porto Central e no ramal ferroviário da Grande Vitória até a região sul capixaba. Além disso, um outro gargalo importante precisa da atenção do nosso presidente: a duplicação da BR262 para, de uma vez por todas, desembaraçar e desenvolver o problema logístico do Espírito Santo”.

Michel Temer disse que irá se empenhar nas duas questões. “Vou agilizar todos os estudos e medidas para o ramal ferroviário e me empenhar no caso da BR 262”, disse o presidente, parabenizando todos os envolvidos para a conclusão das obras o aeroporto.

Governador Paulo Hartung não apareceu para a inauguração.

Sumiu. Quem não apareceu para a inauguração foi o governador Paulo Hartung (PMDB) que é do mesmo partido o presidente e no final do dia divulgou uma nota onde dizia “O País amanheceu mais uma vez sobressaltado com fatos políticos preocupantes. Apoio a investigação dessas denúncias com profundidade e, como democrata que sou, também defendo o amplo direito de defesa de todos os citados. Mas ressalto que os episódios políticos sucessivos e graves dessa natureza têm prejudicado o País e a economia, trazendo prejuízos sociais com impacto direto na vida das pessoas, particularmente os mais pobres. *Paulo Hartung – Governador do Espírito Santo *”.

No meio político se entende que Hartung não compareceu para não ser associado as denúncias que atingiram o presidente Temer no mesmo dia pela manhã. Vários amigos e aliados do presidente foram presos pela Polícia Federal. 

Deixe seu comentário

Comments are closed.