Em 2018 o cenário da política de Guarapari vem se modicando. Nesse segundo ano de mandato, dois vereadores, Thiago Paterlini (PMDB) e Lennon Monjardim (PTN), saíram da base de apoio ao Prefeito e se tornaram oposição ao executivo no parlamento.

Thiago Paterlini e Lennon Monjardim, agora são de oposição ao poder executivo. Foto: Câmara.

Posicionamento. O primeiro a fazer um movimento de rompimento foi Thiago, que fez vários vídeos denunciando obras paradas na cidade. De acordo com Thiago Paterlini, a mudança ocorreu pelo modelo de gestão pública que Edson Magalhães vem exercendo na cidade. “Tive a oportunidade de ser vereador de Edson no mandato de 2008 a 2012, era um modelo de gestão que funcionou, que avançou muito, mas que se distanciou muito desse primeiro ano de seu segundo mandato. Não é que eu sou oposição radical, só estou mais firme no meu posicionamento, debatendo as matérias de forma enfática, pedindo informações sobre conclusão de obras, e ainda não tive muitas respostas”, diz o vereador.

Thiago Paterlini. Foto: Câmara.

Que fala ainda. “É um modelo de gestão que não está indo muito de acordo com o que a sociedade espera de um gestor público, em relação a economia do nosso município, nós passamos ainda por um momento de crise e são investimentos que ainda temos que fazer de forma muito acertada para garantir a saúde econômica da cidade”, conta.

Para o parlamentar, sua saída da situação o deixou mais livre para poder se posicionar na Câmara. “Acho que estou no caminho certo, o que for bom para o município serei a favor, e aquilo que eu não aprovar eu tenho a liberdade de ser contra. Por parte do executivo falta diálogo com a sociedade e com o próprio parlamento. Mas não é uma oposição pessoal ao prefeito, na semana passada, inclusive, aprovei as contas de Edson, meu parecer foi favorável. Mas tem coisa que não como aprovar ou concordar de forma nenhuma, até porque nossa função é fiscalizar o executivo”, afirma.

Lennon Monjardim. Foto: Câmara.

Liberdade. Lennon Monjardim também fala que se tornou oposição por não concordar com a atual gestão do prefeito. “Estive durante o primeiro ano de meu mandato na base de apoio do prefeito, analisei muito durante este ano, e agora tenho mais liberdade para poder votar de acordo com meu julgamento, de acordo com o que realmente é bom para a sociedade”, fala o vereador.

Ainda de acordo com Lennon “Trabalho para a população, defendo os interesses da sociedade, como parlamentar esse é o meu papel, fazer o diálogo entre o executivo e a população para fazermos o melhor para o município. E saindo da base tenho liberdade para isso tomar minhas escolhas e atender os anseios da sociedade”, conclui Lennon.

O Portal 27 procurou a prefeitura para saber seu posicionamento sobre a situação, mas até o fechamento desta edição não obteve resposta.