A era do EGO ou a Morte do DIÁLOGO!

Neste mês (abril/2019) faz um ano que publiquei minha última coluna aqui no Portal 27. Durante todo esse tempo dezenas de temas passaram pela minha cabeça – então por que não os escrevi? Eu poderia dar mil desculpas, inclusive a mais usual, a falta de tempo, mas não seria a explicação honesta. Seja qual fosse o tema, até mesmo para falar que não gosto de muito de SAL na comida, oito entre 10 comentários seriam: “Você é um ESQUERDOPATA”. Por ironia, minha última coluna foi escrevendo sobre as mazelas da esquerda… leia aqui.

Para não apanhar ainda mais nem vou ousar falar de política nesta coluna, muito embora toda e qualquer opinião seja uma expressão política do pensamento… mas… mas… mas… não podemos negar que o que falta ao legítimo ESQUERDOPATA ou DIREITOPATA é a capacidade de DIALOGAR. Para estes o falecido físico Stephen Hawking diria: “As grandes conquistas da humanidade foram obtidas conversando e as grandes falhas pela falta de diálogo”.

Quando perdemos nossa capacidade de dialogar nos tornamos uma barreira. É isso que temos observado pelo mundo, grandes barreiras de fúria. Poucos são os que ainda aceitam o debate.

As pessoas querem ter razão em tudo e não aceitam o contraditório. A grande prova que vivemos na “ERA DO EGO” e da “MORTE DO DIÁLOGO” é que não só as instituições estão contaminadas com discursos fatalistas e mirabolantes, mas nossa grande base, a FAMÍLIA, está contaminada com opiniões extremistas. Percebe-se isso em poucos momentos de passeio pelas redes sociais – irmãos contra irmãos, pais contra filhos… sem falar naqueles ataques de amigos que insistem em nos atingir com seus “textões”, sem ao menos terem lido por completo o conteúdo de nossa opinião – simplesmente leem o título e já soltam os cachorros.

Quem ganha com a “MORTE DO DIÁLOGO”? Evidente, a Opressão e a Grosseria – segredos natos que abrem a Caixa de Pandora com todos os males do mundo.

Existe Esperança? Segundo a mitologia grega NÃO… tanto que Pandora, a primeira mulher criada por Zeus, libertou todos o males do mundo, menos a esperança – porque a via como um mal ainda maior. Decerto a “ESPERANÇA” nunca foi um mal, senão como haveríamos de crer na revitalização da nossa humanidade tão combalida?

Como podemos então exortar a Esperança a se libertar e prontamente nos resgatar desse buraco negro e insano? Creio, na minha humilde opinião, que seja dando um passo na direção do “outro” e juntos nos conscientizarmos de que este mundo criado por DEUS é para todos!

Podemos tentar hoje mesmo?

 

Deixe seu comentário

Comments are closed.