Tudo não passou de uma história mal contada por um menino de 10 anos, que disse ter sido vítima de sequestro por uma mulher e se machucou ao pular do veículo em movimento, no distrito de Barra do Itapemirim. O boato que logo se espalhou pela região sul do Espírito Santo e terminou ontem (29), desmentido pelo delegado Luis Carlos Claret Pascoal, de Marataízes. Relembre o caso.

Garotocapa
O menino de 10 anos ficou com medo de contar a verdade para sua mãe.

Após o fato, a polícia começou as suas investigações para tentar identificar a mulher descrista pela “vítima”. O titular então constatou que tudo não passava de uma história inventada pelo menor de 10 anos.

Na quarta-feira (28), policiais foram à casa onde o menino mora e  sua mãe pediu que o filho contasse a verdade sobre os machucados. O menor então confessou que havia subido num carro fumacê junto com outras crianças que logo pularam fora. O jovem, que ficou sozinho na carroceria, resolveu pular do veículo que seguiu em direção ao bairro Pontal, quando uma viatura da PM o resgatou e levou para o médico, informando  seus familiares sobre o ocorrido.

A Polícia disse que as filmagens das câmeras de videomonitoramento da região foram fundamentais para desvendar a história, pois dá para vê-lo na carroceria do veículo que pertencente a Secretaria de Saúde do município.

Deixe seu comentário