A prefeitura municipal de Vargem Alta decidiu cancelar a realização do Carnaval deste ano. A determinação é de que o dinheiro que seria utilizado nos dias do evento seja usado para reforçar a assistência às famílias desabrigadas e para recuperar a infraestrutura em todo o município.

Nos últimos dias 17 e 18 a cidade enfrentou a maior enchente de sua história. De acordo com informações da Secretaria Municipal de Cultura, Turismo e Esportes, a programação estava completa e em processo de contratação das estruturas.

Dinheiro que seria utilizado nos dias do evento seja usado para reforçar a assistência às famílias desabrigadas

“O Carnaval de Vargem Alta é o nosso principal evento turístico. No ano de 2020 estaríamos retomando toda essa tradição: blocos de rua, matinês, palco principal na Praça Alberto do Carmo, pagode no Bicão, entre outras atrações”, afirma a secretária da pasta, Joelma Fávero.

Segundo Joelma “Além de trazer diversão aos nossos munícipes, movimenta o comércio, as pousadas. Movimenta a economia e arrecadação, porém com as consequências da inundação, pessoas desabrigadas e desalojadas, casas destruídas, pontes destruídas e danificadas, estradas completamente sem passagens e nossa população com emocional completamente abalado, onde estaria o clima de Carnaval?”, afirma.

A secretária pontua o motivo. “Nosso objetivo agora e organizar nossa cidade, limpar, apoiar nossa população, nossos servidores também foram afetados, nossos imóveis públicos. Inclusive a sede da Secretaria de Turismo foi devastada, perdemos todo nosso equipamento de sonorização de pequeno e médio porte, computadores, mesas, material de expediente, material de limpeza, gêneros alimentícios, geladeira, a mesa e a estrutura do ginásio municipal foi danificada. Perdemos praticamente tudo”, desabafa.

Ela ainda explica que “É muito triste ver tudo que construímos com amor e respeito ir embora desta forma. Gostaríamos muito de proporcionar “folia e diversão” a nossa população, mas não nos sentimos mais o espirito de Carnaval, mesmo que no dia 21 de fevereiro nossa cidade esteja arrumada e tudo perecer “normal” sei que terão famílias que ainda não reconstruiu sua casa, pagando prestação de móveis, sentindo o odor de lama. Peço desculpas a toda nossa população, a nossos comerciantes, donos de pousadas, turistas em não realizar O Carnaval nas Montanhas 2020, mas neste momento nossa cidade merece outro tipo de atenção”, finaliza.