Nesta sexta-feira (16), uma das principais ruas comerciais de Guarapari foi interditada  e parte das lojas fechadas a pedido da Defesa Civil, por conta da queda de uma laje do edifício Patthernom, que passava por obras de reparo. A Polícia Militar está no local apoiando a segurança do cerco, que foi feito pela administração do prédio. O trânsito não tem previsão para ser liberado.

A rua está interditada e ainda não tem previsão. Foto: Cecília Rodrigues

De acordo com a síndica do edifício, Ana Regina, o condomínio estava reformando a faixada e foi alertado pelo engenheiro que as lajes precisavamm de manutenção. “Fizemos uma manutenção para a troca da brise, o prédio já tem mais de 20 anos, achamos por bem substituir, colocar um novo. Mas engenheiro detectou que a laje da frente precisa ser retirada”, diz Ana Regina.

O guindaste para retirar a laje e a interdição do local foram providenciados pela própria administração da condomínio. Foto: Colaborador/ Portal 27

Ela fala que o guindaste que está atrapalhando o trânsito na rua foi chamado porque os funcionários da obra não conseguiriam suportar o peso da pedra de concreto.  “Quando o profissional estava fazendo o travamento com o cabo de aço para a retirada ela cedeu, porque estava muito deteriorada pelo tempo. Então o andaime prendeu ela ali, e como ela está inteira é muito pesada! Não dá para retirar na mão, tem que ser no guindaste, mas é só isso”, ressalta.

A síndica garante que o condomínio está tomando as devidas precauções para evitar um acidente. “Nós tomamos as preocupações de segurança, interditando o local para o caso de algum acidente, mas não tem nada demais aqui, só estamos tentando retirar a laje, mas as pessoas não entendem isso”, comenta Ana Regina.

De acordo com coordenador da Defesa Civil Municipal, Romildo Scalzer,  que no momento está no local junto com o Corpo de Bombeiros, decretou que parte das lojas fossem fechadas por questão de segurança.

Um dos comerciantes, que prefere não ser identificado, tem uma loja próxima da obra e fala dos riscos que ela trouxe para aqueles que passavam por ali. “Hoje caiu um peço de uma laje e ficou pendurada só por cordas e pelo próprio andaime, é perigoso que ela possa cair sobre os carros ou sobre alguma pessoa. De início os pedreiros tentaram puxar, mas é uma parte muito pesada”, disse.

A laje da faxada está sendo segurada por cordas e pelo andaime. Foto: colaborador/ Portal 27

O comerciante está preocupado com os prejuízos que a obra pode trazer em um dia que o comércio seria ativo. “A rua do shopping, a rua mais importante do comércio da cidade totalmente fechado e agora ainda vou ter minha loja fechada. Ninguém veio olhar, os funcionários da obra sem nenhum equipamento de segurança, é complicado, não é de hoje que essa obra causa problemas”, disse.

E fala ainda. “Está trazendo transtorno para o prédio desde dezembro, eles colocam andaime aí no prédio ocupando as vagas do estacionamento. Deixam a calçada suja constantemente”, disse o comerciante.

O Portal 27 procurou a prefeitura, que informou, através de nota, que “A Prefeitura de Guarapari informa que a Defesa Civil Municipal está no local, juntamente com o Corpo de Bombeiros para verificar a situação. A preocupação agora é preservar vidas, o local foi isolado para que ninguém transite pois a área riscos. 

Técnicos da Secretaria Municipal de Trânsito (Septran) estão no local e fizeram a interdição da rua. Sobre o condomínio fazer a interdição, isso será verificado posteriormente, pois caso haja a confirmação, isso é ilegal e os responsáveis terão que responder por isso.  
Segundo a Secretaria de Análise e Desenvolvimento de Projetos (Semap), o edifício estava sem licença para reforma.  O última licença concedida era para reforma externa e reforma de faixada, mas venceu desde o dia 20 de janeiro”, disse a prefeitura

Comments are closed.