A experiência de realidade virtual proporciona diversão, aventura e conhecer novos lugares fazendo apenas o uso de um óculos especial.

Se você é daqueles que morre de vontade de saltar de asa delta ou quem sabe andar de montanha-russa, mas não tem coragem porque tem medo de altura. Agora pode realizar esse desejo com os pés no chão. Isso é possível através da experiência de realidade virtual, uma nova tecnologia que possibilita experimentar a sensação de estar em ambientes variados sem sair do lugar.

O gerente de projetos da empresa Ville VR, Ramon Carvalho Oliveira, explicou que através do uso dos óculos de realidade virtual a pessoa tem a sensação de estar no filme que mostra o ambiente escolhido. “A pessoa coloca os óculos e tem a ideia de 360 graus, ela pode visualizar 360 graus olhando para cima e para baixo e faz uma imersão, que dá a ideia de que ela está no local”.

Ramon explicou que a realidade virtual é uma tecnologia nova e bem diferente do cinema 3D. “No 3D os objetos dão a impressão que estão saindo da tela. A imersão é diferente, é como você estivesse no local. Os óculos fecham o rosto, ou seja, você não visualiza nada dos lados, só o filme. Onde você olha o filme gera a perspectiva de que você olhou. Essa é a característica da realidade virtual, que é aplicada para vídeo, jogos e educação. No Brasil ela está começando a ser aplicada e nós somos os pioneiros a oferecer o serviço no sul do Estado”.

Nessa experiência a pessoa pode escolher fazer manobras radicais em caça, pular de paraquedas, fazer mergulhos no fundo do mar, dar uma volta de montanha-russa, se divertir com desenhos animados e todos os vídeos são exibidos apenas por eles. “Nossos vídeos de monta-russo são exclusivos, nós que criamos os vídeos e a temática. A animação foi criada especificamente para realidade virtual criados por estúdios premiados que são nossos parceiros”, disse o gerente de projetos da empresa.

A pessoa pode optar por filmes com salto de paraquedas, mergulhos no fundo mar, volta de montanha-russa, desenho animado e ainda passeios pelas praias de Guarapari.

A empresa também pensou nos turistas e criou um vídeo que possibilita conhecer as praias de Guarapari através dos óculos. “Fizemos um trabalho inovador em que filmamos as praias de Guarapari na realidade virtual. Temos a região norte, central e sul da cidade, que deu uma média de sete a dez praias para cada região e foram filmadas com câmeras especial de realidade virtual. É uma oportunidade para as pessoas que vem visitar a cidade e ficam mais na Praia do Morro ou no Centro, por exemplo, de conhecer as outras praias sem precisar se deslocar. Muitas vezes elas não têm tempo de conhecer as praias da região sul, como Meaípe, Bacutia e Peracanga, ou da região norte, como Santa Mônica e Setiba, que são muito bonitas também”.

Ramon ressaltou que apesar de o foco da empresa no momento ser o entretenimento, os óculos de realidade virtual também podem ser usados por empresas para divulgação dos seus serviços. “Nossos stands estão focados para diversão, mas podem ser aplicados por empresas que queiram mostrar o ambiente de forma diferenciada. Nós filmamos em realidade virtual e ela pode disponibilizar o vídeo no Youtube, que já tem a possibilidade de visualizar vídeos em 360 graus ou se quiser uma forma mais inovadora pode mostrar nos óculos”.

Os óculos de realidade virtual estão disponíveis nos stands localizados no Extra Center e na Feira da Onda e no Shopping Praia do Morro. Os filmes tem duração de cinco minutos e  a diversõa custa apenas R$ 10,00. A classificação indicativa é para crianças a partir de 8 anos, que devem estar acompanhadas pelos pais. Já gestantes, cardíacos, epilépticos, hipertensos, pessoas com labirintite ou com marca-passo devem procurar filmes com intensidade tranquila.

Os stands estão localizados no Extra Center, na Feira da Onda e no Shopping Praia do Morro.

“O público é para todas as idades, pessoas que usam óculos podem usar porque temos uma opção para regulagem, crianças também podem usar porque temos filmes específicos para elas. Tem restrição quando o filme tem mais imersão, quando tem velocidade ou a classificação indicativa não permite para crianças. Mas as experiências não possuem violência, conteúdo sexual, palavrões, nudez ou uso de drogas”, explicou Ramon.

No site http://www.villevr.com.br/ é possível encontrar mais informações sobre a tecnologia da realidade virtual.

Você pode fazer o seu passeio virtual no Extracenter, na Feira da Onda na Praia do Morro e no Shoopping Praia do Morro.

 

Comments are closed.