A terça-feira pós feriadão começou movimentada para o crime em Guarapari. Depois de um domingo com três mortes violentas na cidade e uma segunda-feira com vendaval, o primeiro dia útil da semana começou com uma família sendo feita refém durante um assalto.

Por volta das 9 horas da manhã de hoje (08) um casal foi feito refém dentro da própria casa durante um assalto no bairro Praia do Riacho. “Eu estava saindo para resolver as coisas do dia-a-dia quando tocaram o interfone. Eu atendi e dois homem estavam no portão. Eles se passaram por clientes e começaram a perguntar sobre pescado, porque é com isto que eu trabalho. Mas logo depois eles me mostraram uma arma e anunciaram o assalto”, contou o empresário.

Refem
Por volta das 9 horas da manhã de hoje (08) um casal foi feito refém dentro da própria casa.

Depois disso, os bandidos renderam dois funcionários que estavam no local. “A todo momento eles perguntavam onde estava o cofre e eu dizia que não tinha. Um deles ficou cuidando dos funcionários na parte de baixo da casa e o outro foi comigo para o segundo andar onde estava minha esposa”, explicou.

Dentro da casa, o bandido anunciou o assalto para a mulher e começou a revirar a casa em busca do cofre. “Nós temos dois filhos pequenos e ele disse que se nós estivéssemos mentindo e ele encontrasse o cofre, iria levar meus filhos com ele”, contou a mulher. Enquanto o assaltante procurava pela casa, ele pegava tudo que tinha algum valor, como câmera fotográfica, filmadora, e anéis e cordões.

Por fim, o assaltante prendeu a família dentro do banheiro da casa e os funcionários na câmara frigorífica, que fica na parte de baixo da construção e fugiram. O dono da casa acredita que tenha sido levado entre cheque, dinheiro e bens pessoais, cerca de R$ 20 mil. Até o momento da publicação desta reportagem, ninguém tinha sido preso.

Já no fim da tarde de hoje, por volta das 17 horas, um restaurante que fica no bairro Muquiçaba foi assaltado por dois bandidos. Os homens renderam a caixa do estabelecimento e fugiram levando cerca de R$ 2 mil.

Tentativa de homicídio

E no começo da tarde de hoje, por volta das 14 horas, uma tentativa de homicídio foi registrada no bairro Aeroporto, quase em frente ao Batalhão do Corpo de Bombeiros.

Arma usada na tentativa de homicídio próximo ao batalhão do Corpo de Bombeiros. Foto: Divulgação
Arma usada na tentativa de homicídio próximo ao Batalhão do Corpo de Bombeiros. Foto: Divulgação

De acordo com  a polícia, um homem armado estava sendo perseguido por outras cinco pessoas, quando se virou e efetuou dois disparos contra o grupo. Os perseguidores então correram e o atirador foi detido por um Bombeiro Militar que presenciou a cena. Rapidamente várias radiopatrulhas aparecerem no local e os homens que perseguiam o atirador foram presos a pouco mais de 500 metros dali, já na Praça do Bairro Aeroporto. Ninguém ficou ferido.

Todos os envolvidos foram encaminhados para a Delegacia de Guarapari para prestarem esclarecimentos. Um revólver calibre 38 com cinco munições, sendo duas deflagradas, foi apreendido. Até as 18 horas, todos os envolvidos ainda estavam na delegacia, sendo ouvidos pelo delegado de plantão.

Deixe seu comentário