A declaração do Ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, ocorreu durante uma reunião com diversos prefeitos do país, na manhã desta quinta-feira (14). Segundo Pazuello, o último entrave para a vacinação é a aprovação do imunizante pela Anvisa.

A reunião foi virtual e ocorreu com cerca de 130 prefeitos. No Espírito Santo, o prefeito de Vitória, Lorenzo Pazolini, participou em conjunto com a secretária de saúde do município.

Ainda segundo o ministro da saúde, algumas vacinas deverão ser aprovadas pela Anvisa, que é a agência reguladora do país, ainda no próximo domingo (17), e então, poderão ser distribuídas para os municípios iniciarem a vacinação na quarta-feira (20).

Vacinação deve começar na próxima quarta-feira (20).

Espírito Santo

Já sobre o Espírito Santo, foi informado na noite da última quarta-feira (13), pela Secretaria de Estado da Saúde, que o estado tem insumos suficientes para realizar a campanha de vacinação, contrariando o que foi dito pelo relatório do Ministério da Saúde, que declarava falta de materiais.

Segundo a secretaria, o estado tem em estoque 1,7 milhões de seringas, o insumo principal discutido entre o Espírito Santo e o Ministério da Saúde, e já adquiriu mais 6 milhões, que estão sendo entregues de forma fracionada, terminando no final de janeiro. A população do estado é de cerca de 4 milhões.

A secretaria disse ainda que o Ministério da Saúde enviou informações erradas ao STF, falando sobre a falta de insumos, como uma forma de retaliar o pedido do estado de proibir a União de requisitar as seringas e agulhas compradas pelo Espírito Santo.

“O Ministério da Saúde repassou informações infundadas ao STF em resposta a ação que proibia a União de requisitar seringas e agulhas compradas pelo estado”, disse a Secretaria de Estado da Saúde.

Deixe seu comentário